The Game

Ele é hetero e tem namorada, você também é hetero [ainda que meio querendo desertar, é verdade], mas a tempo não tem namorada, está "avulso" - ou seja, quem chegar primeiro leva o grande prêmio ;-)

Provavelmente ele já desconfiou de você, ainda que meio constragido e inquieto, ele já te alfinetou sobre essa questão em uma conversa,
touché!!! Na dúvida, In dubio pro reo, apesar do golpe certeiro que ele lhe desferiu, você, sempre atento, desviou-se com elegância e discrição - disfarçando, é claro, para que ele não percebesse a dor que você sentia na boca do estomâgo. Felizmente ninguém mais conversa tête-a-tête nos dias de hoje, se não fosse o escudo do mensageiro instantaneo você teria entregue o jogo, provavelmente cego pelos olhos cor de esmeralda que ele tem. Estudam-se mutuamente, movimentos calculados, o tempo passa, a amizade cresce e as conversas espicham.

Poderiam passar uma tarde inteira conversando, como já fizeram mais de uma vez, sob os mais variados assuntos, não raro fazem brincadeiras simulando dialogos típicos de casal, "não me deixe!", "você não me ama mais", não expressões constantes nas brincadeiras.

Ele talvez não saiba o quer, você já sabe onde aquilo poderia terminar e mesmo que negue com veemência, a mera possibilidade o deixa com um sorriso de canto de boca na face, mas você sabe que não pode [ou será que pode?!]

Na eterna dúvida, o jogo avança, em um dia o ponto é seu, no outro é dele - jogo prossegue. No último round, ele deixa escapar em um comentário sobre um fato que estava em um recado deixado por uma terceira pessoa no teu Orkut, curioso é que não há recados dele naquele período. Você o confronta, ele sorri, ponto seu!

Até quando?!
Only God knows! afinal ninguém lembrou de ler as regras desse estranho jogo.

---

Quarta-feira vai ser de frio, a neblina e o chuvisco denunciam que o astro-rei estará de folga amanhã, mas como diria Fernando Pessoa na pele de Alberto Caeiro:

Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é.


A música nada tem a ver post, mas, talvez, tenha tudo a ver com a semana... ou não! ehehe ;-)
Abração!!!

Adriana Calcanhoto - Cariocas


20 comentários:

Râzi disse...

Ai, menino... eu fico tão confuso quando venho aqui!
Fico me perguntando se é conto ou relato!

Feliz, se for relato!!

Beijão!

edu disse...

Minha primeiríssima vez foi com um amigo desses... Acho que é batata: pega logo no pau dele!!

Goiano disse...

Gay Guru responde!

gatoooo por um par de olhos de esmeralda eu tiro a cueca na primeira oportunidade
mas enfim
como ele nao saiba o que quer
o melhor a fazer é marketing
!!!
vamos la
promova sua fantastica atuacao
e pelo amor de Deus diga q elogiam seus beijos e seu desempenho
se ele ja tem alguma curiosidade ele vai querer experimentar
uhahuahu
latênhaaaaaa marketing é a alma do negocio!

jonatha disse...

é conto???
ksaoksoaksoa..

se for verdade vai em frente..
;)

Tarco Rosa disse...

Que delícia de texto, puro jogo de sedução. Tudo a ver com nosso mundo. Às vezes, algumas histórias valem mais por esses lances do que pelo seus desfechos.
Um grande abraço

Eduardo disse...

Olha o outro aqui comentando no blog do Bad boy sem ao menos ler o post auhaiuhah to só passando para um oi
enfim, depois leio : )
Abraços

O Pequeno Diabo disse...

eh a vida...
jah vi q gays apaixonados por hetros tem sempre os msms pensamentos...

cm meu amigo hetero eh sempre a msm coisa...

conversas, perguntas, mentiras e carinhos, preocupação...

nunk sei o q pensar, nunk sei o qt estou loko...

xx

Oz disse...

É quem eu estou a pensar ou já entrou outro jogador na arena e e estou por fora? (Meu Deus, mas o efeito-lasanha não passa? hahahahahahahaha)
Rapaz, que saudades eu tenho de ter do outro lado do campo um jogador assim... Essa construção do não dito, do toca e foge, da descoberta de afinidades, de arriscar aqui ali para ganhar acolá - e como é bom também, às vezes, perder pontos quando isso quer dizer que ficámos mais vulneráveis e não estamos nem ai para isso.
Ai, estou com inveja! Pronto, já confessei!
hahahahahahahahaha
Abração!

nyno disse...

Humm, tardes inesquecíveis.... E o perfume? Na minha memória fica sempre gravado, bem como os lábios que sempre reparo! Fazer o que? hahahaah. Bom final de semana Latinha!

Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thread disse...

Nossa.. eu já brinquei um tanto com essas indiretas!! :p

Eta tempo!! rsrsrsr

Latchenha, brigado pela companhia!

Euzer Lopes disse...

Do jeito que as coisas andam, graças a Deus (diga-se de passagem), hoje a grande questão a ser descoberta não é se aquela pessoa é ou não... É saber se quem faz a tal questão tem alguma chance. Já reparou isso?

Beta disse...

geeente mas que confusao!! eu sou a favor da pegacao... entao, se peguem! hahaha e sobre seu comentario no meu blog sobre sentir falta de quem nao devia, ri demais com "ministerio do bom senso sugere esconder celulares" hahaha certeza!! mas meu bom senso ja foi embora e eu ja to pegando de novo quem nao deveria. ahhh dane-se.. nem sempre o certo eh melhor. as vezes a gente precisa de uma coisa errada....
adorei o "conselho" do fernando pessoa. obrigada.
beijossss. bom sabado pra vc

Adso Eco disse...

Adorei o jogo.
É descrito o que acontece comigo e creio com muito mais homens que somente nós dois em relações cotidianas.
F...

Tá show!!!

Alberto Pereira Jr. disse...

esses joguinhos são excitantes.. mas se demoram muito cansam..

il Bastardo disse...

Nossa que coincidência...
;)

Tiago disse...

E a semana começa..
E o Astro-Rei tem que dar uma aparecida esta semana!
EStamos preciando por aki..
Mas Fernando disse mto bem com o texto..

Gostei do relato tb!
Boa Semana!
:)

SAM disse...

Ai que fofo esse jogo!

adoro esse lance de conquista sabe?

XD


Uma boa semana pra ti tbm!
Encosto hetero? eu?

magina!
kkkkkkkkkkk

Postar um comentário