Meus 300 Km

Quando este post for publicado provavelmente eu estarei mais uma vez na estrada, da casa dos meus pais até a minha casa são pouco mais de 300 km... Já perdi a conta de quantos 300 e poucos quilômetros eu percorri nos últimos 2 anos, mas a verdade é que nenhum deles, ou nem mesmo a soma deles, me levou a onde eu queria de fato estar.  Não dá para ganhar todas!

Nessa altura do campeonato, eu até já considero que “é perto” e costumo brincar que meu carro já sabe o caminho de cor, sendo que eu faço o percurso em 3h15 cravados, com uma média de 93 km/h, crianças não tentem fazer isso! Mas a verdade é que boa parte do caminho é tranquila, e como eu não sou de ficar parando, exceto para aquela parada estratégica... cof cof cof  – se é que vocês me entendem, tudo corre bem!

No começo eu até que procurava alguém para viajar comigo, “fazer companhia”, mas nos últimos tempos, devo confessar que até gosto de viajar sozinho... hoje será uma exceção pois vou a tarde, mas no geral prefiro sair cedinho, coloco minha playlist do juízo final e assim eu vou/volto perdido entre cantorias, pensamentos, “DR´s comigo mesmo” e meus planos de dominação mundial.

Nas minhas viagens, literalmente, eu já imaginei encontros, reencontros, montei roteiros de viagem, chorei e até dancei... Ah! E as vezes, simplesmente admirei a beleza desse mundo de meu Deus, e lá vamos nós de novo...

No meio tempo, mais uma vez minha casa será invadida pelas mulheres... Amanhã a noite teremos um jantar na Firma, e na hora do almoço, eu preciso ir ao aeroporto “mais próximo”, buscar uma amiga que apesar de ter sido transferida irá participar. Meus vizinhos devem achar que eu estou “pegando geral”,  SQN!

E lá vamos nós...


"Quando se lembrar de mim
feche os olhos, olhe por céu
Quando me quiser aí
diga alto o meu nome...
Que eu vou..."

Inté.

10 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

adoro viajar sozinho mas não curto dirigir, principalmente só ...

Anônimo disse...

Solidão das viagens solitárias; solidão?? Não meu caro, não há solidão quando se tem si mesmo de companhia.

Cedinho na estranha
no teu colo
Em teu abrigo
cedinho

dentrodabolh.blogspot.com

Namorado P.S. disse...

Espero que a viagem tenha corrido bem! 300 km's é dose Latinha. Mas a família fala mais alto :)

E também gosto de viajar sozinho e a conduzir :)

Luiz Carlos Lucas disse...

Taí uma boa oportunidade: casa cheia de mulheres... se joga! (rs) Vai que...

Ah, agora quem levou um susto com o vídeo fui eu... li de relance: Roberta Miranda! Affe! (rsrsrs) Gostei dessa Campos.

Douglas S.M disse...

93 million miles on the sun... ^^

Marcos Campos disse...

Essa vibe de "viajar" sozinho e ter DR's consigo mesmo, é a mesma de quando saio pra pedalar, o que gerlamente faço, sozinho ... e curto muito !

Abraço !

Madi Muller disse...

Isso me fez lembrar o Jack Kerouac e o Pé na Estrada..já leu?

Três Egos disse...

A mesma coisa acontece comigo, são 300km também de muita música, clipes e cantorias. Mas adoro! Eu, particularmente, gosto de dirigir, então não ligo. Ah, e quando vai batendo aquele sono eu abro uma barra de chocolate estratégica e continuo. rsrs

Abraço!

Ro Fers disse...

Ás vezes, viajar sozinho é um ótimo momento para recordar, refletir, planejar, e se entender....

railer disse...

ri aqui. e manera na velocidade hein amigo!

Postar um comentário