Bicicleta Amarela

O ano eu não saberia precisar, mas foi no início dos anos 80, lembro que acordavamos cedo, e empolgados nos preparavamos para o passeio, meu pai acomodava minha bicicleta e a da minha irmã no carro, e o destino era a Cidade Universitária (USP). 

Lembro que meu pai tinha uma VW Brasilia, cinza... Caraca, eu ainda me lembro da placa!  Já minha bicicleta era uma Caloi Amarela, já a da minha irmã era uma menor, vermelhinha... Geralmente eram momentos muito bons e de liberdade, moravamos em apartamento naquela época e era muito bom poder sentir o vento e correr livremente.  

Minha bicicleta era mais ou menos como essa da foto abaixo, devo confessar que olhando assim, da para entender porqur os filhos dos meus amigos me chamam de "tio".  Kkkk



Enquanto meu pai corria, minha mãe nos cuidava... O ponto alto da manhã, era o cachorro quente na hora de voltarmos embora, acho que dividiamos, naqueles dias,!deveria parecer um baita cachorro quente. 

Alguns muitos anos depois, eu voltei a USP... Um dia, enquanto corria atrás de uma documentação, acabei optando por passar por um caminho que não usava, era aquela avenida que leva às raias, enquanto me aproximava da famosa praça do relógio, meus passos até então apressados foram diminuindo até parar, eu sabia que local era aquele! 
 
Não sei precisar onde era, mas deu para reconhecer que era por ali que um dia, eu tinha andado de bicicleta... Foi estranho, devo confessar, foi como encontrar um "velho amigo", lembrei que já tinha um bocado de tempo que não andava de bicicleta (confesso que eu dei minha Caloi 10 para o meu primo).

E de repente deu uma saudade daqueles domingos ensolarados, é uma pena que a gente cresça e que as vezes os domingos não tenham mais gosto de cachorro quente. 

Como eu estou no celular, não tem música nem versinho no final, mas fica meu desejo de que possamos fazer dessa uma semana muito boa!!! 


13 comentários:

Madi Muller disse...

Essas boas lembranças são a melhor coisa que levamos dessa vida,e que bom que tens esse passado gostoso pra lembrar,esses momentos felizes que nos acalentam,de forma nostálgica,mas trazendo um sorriso secreto dentro de nós!

Luiz Carlos Lucas disse...

Uia, eu também tive uma Brasília! Carro bom aquele, um fusca melhorado! No meu caso tenho saudades dele, não de bicicleta... se é que me entende! (rs)

Abraços

Douglas S.M disse...

Levava leite na garupa ? kkkkkkkkk

Dentro da Bolha disse...

Que lembraças maravilhos e penetráveis, que sensação incrível de ler você. O gostinho dos momentos em família parecem ainda ter o mesmo sabor... o gostinho de cachorro quente que sentes, é o mesmo gostinho de bolinho de carne da minha mãe nos almoços de sábado que sinto.

dentrodabolh.blogspot.com

Mabe disse...

Tempos bons.....
Os domingos podem não ter mais gosto de cachorro quente...mas podem ter de café, de pastel de feira, de Sukiyaki...e por ai vai, basta escolher bem a companhia, como vc escolhia quando era criança... ;-)
Boa semana....

Fred disse...

Saudades desses domingos também...
Muito estranha essa sensação de revisitarmos lugares e as memórias por eles despertadas, nzé?
Eu adoro!!!
E minha bike era uma Caloi Cross... lembro bem dela! Hehehehe!
Hugzones, tio... hahahahahaha!

Namorado P.S. disse...

E porque não comprar uma nova bicicleta e recomeçar a pedalar? :D Podem ser outros domingos, bem melhores por sinal :)

railer disse...

que sensação boa ao ler isso, latinha!
a minha era uma monareta, com freio contra-pedal, conheceu? o pior é ter que voltar pra pegar a mola do banco que vivia caindo! hehehe

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

lembranças são coisas memoráveis ... mas vou te contar uma coisa ... esta deve ser uma das minhas maiores frustrações ... não sei andar de bicicleta ... OMG! Como pode né?

Fred disse...

"Taludinho"!?!? "Taludinho", Latinha?!? Tá me estranhando agora?!? Eu sempre fui taluDÃO... hahahahahaha! Hugzones, fiote! Lindo fds pra ti! Ou pra vcs?!? Hein? Hein? Hein?!

Marcos Campos disse...

Ah que legal tio ! Ops !
Eu tinha uma bike bem parecida com essa que vc tinha, e era dobrável ainda por cima, pra colocar na WVVariant laranga do meu pai !

Mas não larguei da bike até hoje !!

Bom fim de semana ! Abraço !!

Ro Fers disse...

Essas lembranças são bons momentos para reflexões...
O tempo voa de forma surpreendente.

Suzi (Vulgo, Emilie) disse...

Cara, a gente sempre vai pensar no passado saudosamente [se vivemos coisas boas]. Não tem como. se inventassem uma máquina do tempo, eu iria para o meu passado só pra passar por certos lugares.

Postar um comentário