Uma palavra que me salve...

Eu cheguei, mas não queria ter chegado! :P


Estive viajando nas duas últimas semanas, quase um ensaio do que me espera pela frente (eu espero), foram dias muito legais e tinha inclusive pensado em fazer um post no melhor estilo "Minhas Férias", eu ainda o farei. Mas hoje pela manhã, ao ligar o celular, fui atropelado por notícias "não-boas", um amigo perdeu alguém que lhe era muito importante, um e-mail "me contava" que uma documentação que eu havia submetido, estava sendo desenvolvida porque estava "toda" errada. 

Achei por bem, fechar tudo e esperar pelo menos a chance de tomar um xícara de café... não sei dizer se foi a noite mal dormida ou as notícias, mas senti o baque... 

Passado o choque inicial, hora de arregaçar as mangas e começar a por ordem na casa! E foi assim, em um daqueles momentos em que a gente não sabe muito o que falar, que encontrei esse vídeo... Gosto muito da Viviane Mosé, poetisa, filosofa, psicologa, psicanalista, a descobri quando ela fazia o quadro "Ser ou não ser" - em que trazia temas da filosofia para uma linguagem cotidiana.



"Eu preciso de uma palavra que me salve..."


Assim que eu "chegar", eu volto para contar da viagem! :)

Espero que todos estejam bem!

4 comentários:

No Limite do Oceano disse...

Aguardamos por você Latinha. :-)

Mark disse...

Espero que esse problema se resolva. Às vezes precisamos de focar a nossa atenção em certos assuntos.

grande abraço!

Rodrigo B. disse...

Uma palavra que me salve, me lembra tanto Clarice, Viviane é ótima, ..não tem como não ver esse vídeo e não ficar refletindo um pouco.. ;D

Marcos Campos disse...

Simplesmente adorei o video ! Tamb´me sou fã da Viviane !
Mande noticias !

Abraço !

Postar um comentário