Fundo falso...

"Mesmo a caixa de pandora tem seu fundo falso, e assim, somos capazes de esconder algumas coisas que apesar de "aceitarmos", não conseguimos lidar com... porém, assim, como tantas outras metáforas, há um dia em que não é mais possível esconder e somos obrigados a enfrentar nossos medos, nossos inimigos e quem sabe a nós mesmos.

Eu aprendi que deveríamos ser fortes ou "superiores" as coisas... que deveríamos aceitar, mesmo que muitas vezes sem entender, e seguir em frente... afinal, tudo sempre acontece para o nosso melhor.

Mas acontece que há coisas que fogem a esse padrão, que doem, que machucam, que não se calam porque a lógica mostra essa como a decisão mais acertada. E talvez seja por isso, ainda hoje, na hora de dormir, no instante em que o subconsciente rende o consciente para nos levar aos nossos sonhos mais profundos, eu ainda role na cama procurando teu corpo....

Pode ser isso que me leve a sentir sua boca junto a minha, mesmo tanto tempo depois... pode ser por isso que mesmo após tanto tempo, eu ainda esteja preso a você.... Pode ser por isso, que sempre há algo que me leva a você.

Quem sabe um dia, para além dos dias, eu possa me libertar... quem sabe nesse dia, eu descubra novas cores, ainda que carregue a certeza de que você sempre estará comigo  , até mesmo porque, de algum modo, afinal, um dia fomos um... "

-----

Semana meio burocrática e desgastante com a quitanda a pleno vapor, abacaxís e pepinos voando para todos os lados... tanto que o final de semana será no escritório, assim, vou requentar um texto que estava condenado ao limbo...

No mais, uma certa excitação por uma viagem que está se delineando no horizonte, para ser sincero, tenho mais viagens do que dias para esses meses finais do ano... adoro! Mas nem todas serão possíveis... 8-(

No mais, tempo de semear... com sorte, em breve terei alguns frutos...



"Something always brings me back to you. It never takes too long.
No matter what I say or do I'll still feel you here 'til the moment I'm gone.
You hold me without touch. You keep me without chains.
I never wanted anything so much than to drown in your love and not feel your rain."
(Gravity, Sara Bareilles)

5 comentários:

Mabe disse...

Remexendo nos cadáveres, meu caro???? Ta com saudosismo tardio do que não aconteceu????
Acho melhor mesmo vc ir planejando suas viagens, assim pelo menos vc enche a cabeça com algo mais útil, pois como dizia uma amiga, "cabeça vazia é morada do diabo"...kkkkkk.
Enfim...to por aqui quando quiser....
Abs.

FOXX disse...

as coisas acontecem para o nosso melhor? sempre? mesmo?

Edu disse...

Ah, esse povo sem sentimento,aí de cima... Liga não! Mas toca andar pra frente que o mundo gira e a Lusitana roda.

SG disse...

As coisas sempre acontecem para o nosso melhor. A diferença entre uma coisa boa e outra nem tão boa assim, é que a segunda requer esforço nosso para deixá-la melhor. E isso se chama "aprendizado".

É assim que eu penso.

Abraço!

Cara Comum disse...

Isso de futucar o passado pode resultar em aprendizagem também, hein?

Mas vai na fé que tudo de alguma forma se encaixa..

Abraços!!

Postar um comentário