Desafio - Completa a Frase...

Meu amigo do blogue Três Egos generosamente me convidou para participar do desafio "Completa a Frase...", que basicamente consiste em completar "com a primeira coisa que nos vier à cabeça" algumas frases. Gosto imenso de participar desses desafios e fico muito honrado pela lembrança e convite... 

Então, vamos as regras
  1. Completar todas as frases.
  2. Indicar dois blogues para responderem a tag.
  3. Marcar quem te indicou no post.
  4. Comentar com o link da tua resposta no blogue de quem indicou

Sou muito... estranho! (Fazer o quê, vou mentir?!)

Não suporto... injustiças ou pessoas mal agradecidas.

Eu nunca... consegui entregar os presentes de aniversário que comprei para algumas pessoas que eu gostei, isso é meio que um trauma! (ou uma "maldição", ainda não sei :P

Já me zanguei... por não ter tido a coragem para dar a resposta que alguém merecia ouvir em algum momento. Mesmo que tivesse razão, muitas vezes eu "engoli o sapo"!

Quando era criança... eu era bem simpático! Apesar de ter uma bronquite terrível, eu era um garotinho de cabelos fartos, que usava botas ortopédicas e tinha uma bicicleta amarela. :)

Morro de medo... de insetos e anfíbios! (Sério! Ainda mato baratas "pela honra", mas se um bicho desses entrar por um lado, eu disparo pelo outro).

Sempre gostei... de romances e filmes de espião! (Tá eu não ia falar nada, mas curto os super heróis também).

Se eu pudesse... não dava risada em momentos em que eu não deveria rir! É um terror, só falar que não pode dar risada e todo mundo me olha... 

Fico feliz quando... estou em casa, em meio a uma jantarada, em uma festa ou mesmo quando estamos em casa e fico a observar todos brincando e sorrindo, compartilhando verdadeiramente aquele momento, sem preocupações, sem meias verdades, todo mundo "apenas" feliz...

Se pudesse voltar no tempo... diria para o meu "eu mais novo", que apesar das "nossas" preocupações serem válidas, não é preciso esperar tanto para tocar a vida. Que apesar das coisas ainda não serem exatamente como nós imaginamos, elas vão caminhar bem. O negócio é ir no "vamos que vamos"... (Ah! Diria também para não esperar muito para pegar o segundo pedaço do bolo no casamento "daquela" nossa amiga, o bolo vai acabar rápido!!! E tava muito bom...)

Quero viajar para... Portugal! É uma viagem que venho planejando a tempos, em breve espero poder tirá-la do papel. Meus pais casaram e eu fui batizado aqui no Brasil na igreja de N. S. de Fátima, preciso ir visitar a casa de Fernando Pessoa e tenho contas a fazer com Santo António (ainda não me esqueci de uma peça que ele me pregou por conta de uma moedinha)... Mas falando sério, tenho imensa simpatia por Portugal.

Eu preciso... te falar... (Ué, a regra era para publicar a primeira coisa que viesse à cabeça, o que eu posso fazer... )



Não gosto de ver... que posso ter perdido um tempo precioso, me debatendo com perguntas que eu não precisava responder... 


Como eu sou "revoltado" (ehehe), não vou fazer indicações - até porque estou meio atrasado com as respostas, mas gostaria que, se alguém passar por aqui e simpatizar com a ideia, se sentisse convidado a participar! Só dá um "salve" para a gente poder ir conferir os comentários.

Grande abraço!

--

Bom, a vida segue! Agradeço muito a todos os que comentaram no meu último post, já tinha um tempo que eu vinha tentando escrever sobre e não conseguia... agora é dar tempo ao tempo.

7 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Muito legal ... amei saber algo mais ...

Marcos Campos disse...

Legal !

Paulo Silva disse...

Talvez um dia eu te possa receber aqui no meu país e te mostrar alguns lugares muito interessantes!
Um abraço.

Goodblog Badblog disse...

obrigado pela partilha da música. Há que tempos que não ouvia. é linda!

railer disse...

também acho legal pra te conhecer, mas eu também nunca sigo com esses desafios e quebro todas as correntes!hehehe

Mark disse...

Já sabe, quando vier a Lisboa me avise. :) Terei todo o gosto em ser o seu cicerone.

um abraço, amigo.

Três Egos disse...

Eu não mato baratas por honra, já devo ter perdido a minha faz muito tempo! Rs

Postar um comentário