Eureka (Papo Nerd)

Se tivesse eu nascido na idade média, muito provavelmente eu teria parado em alguma fogueira, além de ser meio questionador (bocudo mesmo) e "zen-rebelde", eu tenho uma leve tendência a gostar de inventar coisas. Pode ser fruto "da televisão e da erotização precoce das crianças por culpa da Xuxa", como dizia um professor meu no mestrado, mas acredito ser uma característica minha mesmo, o que aliada a uma mente bem fértil [cof cof cof], já viu! De qualquer forma, não raro você pode me encontrar falando sozinho, principalmente no carro, já pensei, seriamente, em começar a andar com um gravador de voz, mas achei que ia ficar meio "excêntrico" demais! 

Parenteses: Banho também é um ótimo momento para ser ideias, "aquelas" também [hehehe], mas já resolvi muita coisa literalmente tomando banho. Uma vez, lá estava eu naquele momento "banho é bom", quando de repente... me veio à mente uma forma de resolver uma parte de um problema que estava tentando resolver a vários dias. Nem precisa dizer que sai enrolado na toalha, escorregando, me trompando em tudo, atrás de papel para anotar...  E o pior, funcionou! [uhuu]

E assim, vez por outra, eu tenho uns surtos e fico inteligentão! 


Uma colega recebeu a indicação para participar de uma oportunidade no exterior, "Zooropa"! Duas coisas a serem superadas, montar uma proposta com o projeto a ser desenvolvido nos próximos anos, que obviamente fosse interessante para todos, e, a área de trabalho - que não era nem um pouco familiar a nenhum de nós. Mas lá foi ela, embarcou a quase três semanas atrás, para algumas reuniões e a expectativa de fechar o projeto.

De amigo "incentivador" eu fui promovido à "parceirão", quando boa parte da documentação envolvida estava em inglês - minha colega "só" é fluente em alemão, como diz uma grande amiga, nós somos aquele tipo de pessoa que não aguenta ver defunto sem chorar, e não demorou para eu ser o mais empolgado nas discussões! E foi assim, que depois de horas e horas de conversa via skype, e-mail, telepatia e whatsapp... fomos construindo uma proposta.



Hoje, recebi um pedido de chamada dela, era para me agradecer, o projeto fora aceito! Segundo ela, isso não teria acontecido não fosse as sugestões e os esquemas que eu havia proposto - obviamente, eu que eu não fiz todo o trabalho sozinho, mas ela teve muita sorte porque uma das minhas sugestões foi como música no ouvido deles. De qualquer forma, fizemos uma boa parceria! E foi bacana ver que a minha ideia foi bem recebida pelo departamento de lá...

E assim, o desafio agora é vencer o dito popular que diz: casa de ferreiro, espeto de pau!


Em Dezembro eu ganhei um livro, ligado à área médica, quando eu terminei de ler o livro, eu fiquei pensando que poderia haver uma interface entre o que era dito no livro e minha área de trabalho (que é tecnologia da informação). Desde então, já passei algum tempo alugando um amigo e matutando um pouco, até que outro dia eu mencionei o livro e o que tinha passado na minha cabeça para uma professora que eu considero bastante - e que tem bastante experiência.

Confesso que depois meio que me arrependi, afinal... eu não tinha me preparado direito e ia parecer maluco né?! (Mais uma vez!!!) Para minha surpresa, ela achou a ideia bastante interessante! E o pior, eu acho que a coisa tem tudo para render um belo samba enredo... ou seja, já estou entre projetos e planos novamente. Vai começar tudo novo... 

Isso explica meu aparentemente sumiço nesses últimos dias... ando em débito com as visitas e comentários, mas aproveitando o feriado eu ponho ordem na casa. 


E como nem só de trabalho vive o homem, eis que, dia desses, vindo para o trabalho, rádio sintonizado em uma estação do país hermano, começa uma daquelas musiquinhas que nos deixam com um sorriso de canto de boca, nos fazendo dar aquela suspirada gostosa... e do nada, surge aquela certeza - cheia de incerteza - de quem tem tanta coisa bonita por ai para a gente viver, nzé?! 


(FONSECA - Si te acuerdas de mi - Álbum: Ilusión, 2011)

E lá vou eu de novo, + 300 km pela frente. Uma ótima Páscoa a todos.

9 comentários:

sad eyes disse...

Só boas notícias meu amigo :)
Eu tb tenho que ter sempre algo à mão para anotar ideias (a aminhacabeça tb n pára), e ultimamente é o telemóvel que serve de bloco de notas :)
abc e boa Páscoa

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

eu tenho as melhores idéias e soluções para minha vida na hora q vou dormir ... sempre matuto um pouco antes de dormir ... rs
legal estes seus momentos de Eureka ... q tudo dê certo mesmo ...

feliz páscoa querido

Namorado P.S. disse...

Ter trabalho é sinal de boa sorte (pelo menos eu acho!) Mas não se esqueça porém, que nem só de trabalho vive o homem :)

Boa sortes nas suas novas batalhas :P

Boas Páscoa Latinha!

railer disse...

feliz páscoa, meu querido! tudo de bom pra você e sucesso nos projetos!

Fred disse...

Latinha de Deus! Tu existe mesmo ou é uma alucinação do meu (in)consciente??! Hahahaha! E tipo assim: tem dias que eu tenho muita certeza que nasci na Idade Média... entendZe?!? ;)

adulto disse...

sei como é, mas cá estou eu. Muito bem cara! Espero que role tudo direitinho e que o projeto vingue! E eu sabia que ajudar os outros de uma forma ou de outra nos ajuda também. Um abraço.

Homem, Homossexual e Pai disse...

Colocar a culpa na Xuxa! Fiquei rindo sozinho! Mas este processo de falar em voz alta é um processo muito importante! Chamado "ouvir sua voz pessoal", pois quando somente pensamos em algo em 30 segundos tudo passa na nossa cabeça, mas quando temos que falar , ou escrever, somos obrigados a parar, organizar as idéias! Quando somos crianças fazemos isto normalmente, mas ao crescermos ficamos com "vergonha" de falar sozinho e nos tolhemos! Pelo jeito sua voz pessoal tem dado excelentes resultados! Parabens!

Luiz Carlos Lucas disse...

O senhor não "fica" inteligentão... o senhor "é" inteligentão! Só falta pensar um bocadinho menos... (rs)

Alan disse...

Assumo: nunca tentei estudar espanhol, mas me acabo nas músicas 'dos hermanos'. E essa que você postou é excepcionalmente gostosa de ouvir. Daquelas que fazem mesmo um sorriso bobo aparecer em final de tarde.
E viva as coisas que ainda estão por vir. Elas que me fazem crer. Abraço, moço! ps: sobre teu comentário outro dia no meu blog: meu aniversário ainda não passou, deeeeer, só em maio. Hahahaha Mas valeu pela parabenização antecipada! Hahahahha

Postar um comentário