Coisas do domingo...

E lá estava eu esperando minha carona para um almoço tardio, morar só tem um efeito devastador sobre o almoço de domingo, como quem tem amigos tem tudo, eu não sou o único... então, enquanto eu esperava, aproveitando o solzinho que veio bonito no dia de hoje, aproveitei para dar uma repassada em alguns pensamentos... e foi assim que esse post, saiu... [digitado no celuleco].

E, depois de 1 ano, acho que finalmente vou começar a colocar a vida nos eixos, não que ela não esteja, mas confesso que a calmaria às vezes me causa certa angustia, por isso talvez tenha chegado o momento de um ponto de verificação e validação como eu digo. Diz a lenda que quando os deuses querem nos castigar eles atendem aos nossos pedidos, pois bem, no meu caso não é exatamente um castigo, mas reconheço um fundo de verdade nessa frase. Antes eu não podia fazer as coisas porque não tinha tempo para sequer me coçar. Agora, coçar já tornou-se algo entediante e bem menos excitante do que outrora. 

Nao que eu me orgulhe, mas devo reconhecer que tenho feito o mínimo necessário para que as coisas caminhem bem, como dizia um professor que eu tive. É bem versade que esse mínimo, pode ser comparado ao máximo de muitos outros, mas... a verdade é que eu não vim disputar mediocridade com ninguém. Então, "bora" tomar vergonha na cara e fazer a roda girar do jeito que deve.
 
Nesse 1 ano, deu para entender um bocado de coisas, algumas apenas foram confirmações, enquanto outras, exigiram começar a encarar coisas que eu teimava em ignorar. A maior parte dessas mudanças, muito provavelmente foram daquele tipo "silenciosa", as mais terriveis na minha opinião, e espero que as sementes possam agora encontrar solo fértil para florescer.
Ainda que em um primeiro momento toda essa mudança não pareca ter sido um negócio da china, eu não me arrependo de tê-la feito.

Mas, ainda há coisas a serem mexidas e esse tem sido meu desafio de todo dia, conhecer melhor e entender o que realmente quer, esse cara que ainda caminha por uma estrada...

;-)

No meio tempo, rolou uma sessão extraordinária do "Clube dos Corações Partidos", servidos de uma generosa taça de vinho, rolou aquele momento "Super Mouse o seu amigo, vai salvá-la do perigo" por uma amiga, que esta passando por um período de turbulências. Ser traido por quem amamos, talvez seja um dos golpes mais duros que uma pessoa levar, ainda mais por que no fundo não temos força para odiar nosso algoz. Pessoalmente, eu nunca fui traído por alguém com quem tivesse em um relacionamento, mas já senti o gosto da traição por pessoas amigas, e não foi bom.

"... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer.
Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente.
foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita
foi a criadora de minha própria vida.
Foi apesar de que parei na rua e
fiquei olhando para você enquanto você esperava um taxi.
E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito,
mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também.
Por isso, não faz mal que você não venha, esperarei quanto tempo for preciso."

(CLARICE LISPECTOR)

12 comentários:

Serginho Tavares disse...

eu odeio o domingo
é uma dia que me causa uma sensação estranha... sei lá


amigo, no post que fiz com os amigos do JED não citei você porque não tinha uma foto sua pra postar lá mas você faz parte do blogue
te adoro

Margot disse...

Vendo foto do latinha... preço a combinar. (Tô precisando de grana...vou logo avisando)...kkk

L. como vc mesmo me aconselhou... chegará ou chegou sua hora. Bora pegar no leme do seu barco e cortar as ondas do mar alto.
Voce conseguirá..seja lá o que for que esteja almejando.... beijos.

Vinícius disse...

É estranho... eu também não sou a favor de momentos de muita calmaria. Óbvio que é bom, mas acho que gosto de desafios. Talvez sejam eles que me façam levantar todos os dias.

Embora alguns sejam pesados demais, mas a gente tem que seguir em frente, certo?

E mudanças, por mais difíceis que sejam inicialmente, são bem vindas.

E como hão de existir ainda, viu? Vamos que vamos!

Semana nova chegando aí! Vamos que vamos de novo!

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Querido! Estes momentos são sublimes mas só vamos nos aperceber isto um pouco mais tarde ... vivenciei vários deles ... qta riqueza conquistei na vida em função deles ... paciência e tudo o q buscas virá ... acredite ...

Riquíssima reflexão e liricamente descrita ... amei ...

Raphael Martins disse...

Cubro a oferta da Margot e ainda boto o Latinha na fita. Entrego em casa. Frete grátis... kkkk

Raphael Martins disse...

Como vc mesmo me disse, meu caro : Solidão, sim... solitário, nunca. :D

Fred disse...

Vendo foto do Latinha (com sunga asa delta)... preço a combinar! Hahahahahahaha!
E tipo assim: mais importante que qualquer momento é o homem e a forma com que ele desfruta (ou não) do tal "momento"... hehehehe!
PS: confessa que tu era parado no Robby Rosa... hhahaha! Hugzones!

Otávio disse...

e essas fotos que todos prometem?? Gente... to querendo.. hehehe.

". Diz a lenda que quando os deuses querem nos castigar eles atendem aos nossos pedidos"... me fez pensar.. ou está fazendo.. enfim...

Três Egos disse...

Como eu queria uma calmaria na minha vida agora...

Rsrs

Abraço!

Chico POA disse...

Mudança silenciosa, impacto profundo...

FOXX disse...

é, eu também não sei o que é ser traído... fica difícil opinar

railer disse...

acho que o importante é você estar sempre se forçando a sair da zona de conforto. assim as coisas acontecem!

quanto à traição, não importa de quem seja, é sempre ruim, pois a quebra de confiança é algo que dificilmente se acerta.

Postar um comentário