From the sketch

E com a proximidade do final do ano, chega aquele momento de dar aquela revisada na lista de resoluções, escrita e pensada no final do ano passado... no meu caso, devo confessar que nem sei ao certo por onde anda a minha lista, uma vez que o ano tomou rumos que nem nos meus mais inspirados delírios eu podia imaginar.


Se no trabalho foi um ano "amarrado", e olha que eu reclamei bastante por aqui, pessoalmente foi um ano de conhecimento e reconhecimento - o que não significa que foi um mar de rosas.  Engraçado como mudanças importantes ocorrem de forma sutil, quase  que de forma imperceptível, enquanto os mais desatentos podem achar que nada mudou, no fundo... decisões importantes foram tomadas, projetos abandonados e conflitos solucionados.


Para 2012, uma coisa é certa... (re)começo algumas coisas do esboço, do rascunho, para isso, abro mão de coisas que já me machucaram bastante e pelas quais bebi até a última gota do cálice, fazendo questão de sentir o queimar garganta a dentro... não me perguntem o por quê?! Provavelmente as respostas, estão trancafiadas e escondidas em lugares que não me atreveria mexer neste momento. Mas tenho consciência que o fiz porque queria, e por isso não posso, e nem tenho o direito de aqui reclamar de quem quer que seja... até poderia, mas não seria justo.


E já que é época de Natal, e no Natal todos devemos ser bons, a resposta é sim! Estou falando de amor e de paixão, de uma história que talvez um dia eu conte aqui... de qualquer forma, passei o ano esperando por alguém que não mais virá, ainda que o tenha procurado em outras bocas e corpos, neste momento me vejo compelido a entregar os pontos e aceitar a minha derrota! Ele não virá, pelo menos não por mim.... Inês é morta!


Mas, falo também de projetos profissionais, cuja essa mesma linha de raciocínio também se aplica. Ainda não entendo porque é tão difícil se libertar de algo que não deu certo, aceitar que fizemos uma péssima escolha, ou que simplesmente não era para ser... tentei reescrever uma história que já nasceu errada, ... mas talvez seja o momento de escrever uma nova história! E, é com esse espírito que vou para 2012! Lembrando de Fernando Pessoa, chegou o tempo da  minha travessia: e, se não ousar fazê-la, corro o risco de ficar para sempre à margem de mim mesmo...


Enfim, leve de corpo e alma, volto à prancheta!


E duas coisas ficaram martelando minha cabeça essa semana... a primeira foi que em relação ao Natal, eu sinto falta da magia, do acreditar que algo mágico acontecia... me parece que acabou ficando a impressão errada de que eu meio que era ligado na coisa do presente, coisa e tal. Bom, se você embrulhar uma pedra e me entregar, pode ter certeza que ela vai ganhar um lugar de destaque no meu quarto! 


E a segunda, foi um comentário do Anônimo... no melhor estilo, quem é você?! Oi?!
Caraca... quem sou eu?!  Bom, eu nunca gostei de falar de mim... e manter um blogue, por tanto tempo é uma vitória pessoal, ainda que ele seja quase que uma carta enigmática para muitos. Pensei em me apresentar por músicas, por poemas, por uma descrição... mas nada disso deu muito certo...


Acho que vou pedir para o povo que me conhece dar uma ajuda... mas vou precisar de mais tempo Anônimo, espero que até lá, você não me abandone! kkk No meio tempo, se quiser, pergunte o que quiser saber, mande e-mail, sei lá... mas aguenta ai... ;-)   (Valeu pelo comentário!)


E assim, o tempo gira... fui...


xx
Letra traduzida, aqui.

10 comentários:

Cara Comum disse...

No natal temos que ser bons?? Não mesmo!! Nem no natal!! hahahaha.

Mas desejo felidades pra vc!!

Abraços, meu querido!!!

Kim III disse...

Acho que fazes muito bem!
Neste novo ano, deita tudo o que te aborrece para trás das costas e começa com um novo ânimo :)
Beijinhos *

Gay Incomum disse...

Latinha, é difícil mesmo nos livrar de algo que não deu certo porque nos apegamos a ele, e a ruptura, seja ela qual for, sempre dói.
Mas quando fazemos e sentimos que estamos melhor, tudo se resolve.

Quanto ao comentário do anônimo, eu confesso que sempre me pergunto quem são os blogueiros por trás desses blogues. Aqui a gente conhece um pouco de cada um, mas e os caras de carne e osso por trás?
E olha que sou mais um também.
Fico pensando, imagina se todos nós nos encontrássemos numa conferência de blogueiros, com certeza teríamos muitas surpresas, descobertas e histórias.

Abração!! =)

Mabe disse...

Inês é morta?????
Mesmo???
Acho que para garantir melhor cremar, colocar em um potinho, amarrar um peso bem grande e jogar na Fossa das Marianas....que acha???

E, quanto a se apresentar, ou escrever por meios enigmáticos, não vejo problema...eu te conheço bem...
No começo foi meio estranho,tudo foi meio truncado, aos poucos, mas depois posso afirmar que se tornou mais que um amigo, praticamente meu irmão.
Se é para te descrever, ou ajudar a te descrever, posso dizer apenas que nesse corpo de lata, o qual vc quis pegar como referência, mora um grande coração, disposto a se entregar a um grande amor, que ainda não chegou, mas que com o caminhar pela estrada de tijolos amarelos, logo vc encontrará.
Dizem que do mesmo modo que Deus nos castiga atendendo o nosso pedido (nas suas palavras), Ele tb demora muitas vezes em nos atender, pq está caprichando nos detalhes.
Bom, espero que logo vc encontre o que procura, ou o que não procura, tb pode ser...e de qq modo, espero mesmo que nunca mude o seu jeito de ser, que conquista a todos, com esse jeito sarcástico e amigo ao mesmo tempo.

No mais, vamos entrar em 2012 sem desenhos ou rascunhos, pq alguns não entendem nem desenhando, e melhor ser uma folha em branco deixando a vida fluir, do que fazer mil planos e listas e ficar presos a eles.
Confesso que eu tb tenho planos para o ano novo, todos temos, mas acredito mesmo no que disse.....prefira a folha em branco...qq coisa, se for para fazer algo, faz um origami com ela....todo mundo acha lindo...kkkkkk...e tb representa algo.

Se cuida, e vamos nos falando....sempre né....como se isso fosse novidade...kkkkkkk.

Abraços.

Kim III disse...

Eu também nunca passei com ela, nesta altura ela nunca pode estar comigo, mas para o ano passamos juntas! :)

Ahhh já vi o filme, muito bonito. Hum.. acho que vou ver outra vez, já só tenho uma vaga ideia.

Beijinhos *

FOXX disse...

vc reclamou por aqui? onde? qndo? vc pensou em reclamar né?

Fred disse...

O bom dos anônimos é que podem ser qualquer um. Qualquer um de nós, inclusive... hahahahaha!
E do Talquinho Avon NINGUÉM ganha! NUNCA! Hahahahahahahahaha! Hugzãoooo!!!! E sempre que venho aqui me bate a vontade de Mojito... tem cura????? Hahahahahaha!

SG disse...

Ah, fim de ano... começo de ano...

A única coisa que não muda é a vontade de mudar.

Speedy disse...

O importante é começar um novo ano de cabeça erguida e cheio de sonhos. abraço forte

My Boo Side disse...

Achei seu blog, gostei muito, pretendo ler sempre.

Postar um comentário