A passos apressados...

A vida tem algumas coisas "engraçadas"...


Eu já o vi passar diversas vezes pela frente da minha baia, sempre com passos apressados, na verdade ele é um dos comandados de uma colega, e, vez por outra, ele vinha buscar novas orientações com ela. Não sei o por quê, mas desde a primeira vez que eu o vi, ele me chamou a atenção.... Para ser sincero, vale registrar que, de certa forma, ele me lembra alguém que a essa altura eu já deveria ter esquecido... mas, pelo jeito, ainda não consegui... 

Nunca trocamos uma palavra sequer, mas lá estava ele... sempre passando, a passos apressados... não sei também o por quê, mas eu nunca tive a curiosidade de perguntar o nome dele a minha colega. 

E dia desses, eis que chego para um reunião e o encontro, junto da minha colega, do lado de fora da sala, ambos não participariam da reunião, mas precisavam de algumas informações de última hora. E pela primeira vez, estivemos cara-a-cara... Apresentados pela minha colega, tive a chance de olhá-lo nos olhos, não pude resistir a tentação de escaneá-lo... o cabelo, o jeito de sorrir... é tudo muito estranho. Não reconheço nele a descrição que está na capa da minha agenda, aguardando o momento em que o gênio, me conceda o tal esperado desejo...

Não sei se é o jeito, o tipo do corpo, a lembrança, mas há algo que me chama a atenção nele. Não "aquela" atenção, não é nada "sexual" [ou será que é?!]... mas há uma curiosidade, muita curiosidade... mas, enfim... 

Quem sabe um dia eu possa entender...

ou esquecer...


"... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer.
Apesar de, se deve amar.
Apesar de, se deve morrer.
Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente.
foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida.
Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um taxi.
E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito,
mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também.
Por isso, não faz mal que você não venha, esperarei quanto tempo for preciso."
(CLARICE LISPECTOR)

7 comentários:

Cara Comum disse...

Eu sei como é. Faz um tempo, eu me peguei apaixonado por um cara que tinha muitas semelhanças físicas com meu ex. Mas quando comecei a perceber que havia semelhanças psicológicas também, tratei de pular fora que eu detesto história repetida...

Abraços!!

Edu disse...

Entender? Esquecer! O verbo certo é "atracar"!!!

Fred disse...

Ai, cacete!!! Comer comandado alheio tá super IN... vai fundo no gajo, Latão!!!! Hahahahahahahaaha!!! Beijão, sua bisca!

Fred disse...

Fiote... se tem mistério... melhor investigar... hahahaha! Bjão!

Luma Rosa disse...

Jura que vai esperara pelo gênio? Tem certas coisas que não acontecem duas vezes, mas se acontecem... é porque esperam por uma reação sua.
Olha o empurrãozinho!! Viva seus desejos e não se arrependa do que não fez!!
Boa semana! Beijus,

Fred disse...

"Libera o rabo"?!?? Gente... cadê o menininho penteado pela avó?!?!? Tunãoeraassim!!!!! Hahahahaha!

Cores da Crise de meia idade! disse...

Latinha,
Se existe um padrão,investigue!
Bjs

Postar um comentário