The Climb

As vezes para seguir em frente é preciso perder! Nas últimas semanas, eu perdi... perdi a fé nas coisas, perdi a fé nas pessoas e temi ter perdido a fé em mim mesmo. Mas alguém sábio uma vez disse que onde há sofrimento, há um terreno sagrado e é desse terreno que em tempos "não bons" é que nascem as certezas e a continuidade.

E é assim que em meio a tantos dias cinzas, em um deses dias somos capazes de perceber um ponto colorido, um pixel que seja, mas colorido e vivo! Se pensarmos um pouco, talvez tenhamos passado inúmeras vezes por aquele, mas até aquele momento ainda não eramos capazes de percebê-lo, ou ainda não era o tempo.

Em meu "surto de realidade", como tenho chamado esse período, muitas vezes é difícil ver as coisas lucidamente, doí não ter a proteção das lentes de fantasia, muitas vezes tenho a sensação de ter vivido uma vida. Assim, só me resta aceitar minhas falhas... aceitar que posso ser razoável e "adaptável" às mudanças, desde que eu também acredite nelas e para onde elas nos levarão. Aceitar que certas escolhas feitas no passado não são negociáveis e relembrar o por que dos caminhos escolhidos, e, por fim, aceitar que algumas dessas escolhas precisam ser revistas vez ou outra, do contrário, também não chegaremos ao lugar almejado.

Entendo que não tenho, e nem preciso ter todas as respostas hoje, apenas preciso carregar a certeza do que quero em meu coração, e ele me guiará até lá. 

As reverberações foram muitas e em diversas áreas e ainda estou absorvendo-as, mas por ora, preciso me preparar, pois amanhã pretendo voltar a fazer aquilo que sempre quis fazer [kkk]...

Tentar dominar o mundo!!!! 8-P

I´m back!


E que a força do medo que tenho, não me impeça de ver o que anseio.
E que a morte de tudo que acredito não me tape os ouvidos e a boca.
(Fernando Pessoa)


7 comentários:

Cara Comum disse...

'"O Pink, o Pink, o Pink e o Cérebro, O Cérebro e o Pink!!"

Antonio de Castro disse...

seus textos são recheados de reflexões sobre as situações pelas quais vc anda passando, quase sempre eu penso que essas situações são profissionais... ainda assim eles são carregados de impessoalidade. vc mistura muito de você, mas ao mesmo tempo... quem é vc?

é um enigma pra mim.

às vezes eu simplesmente não entendo o que devia ser compreensível.

FOXX disse...

não entendi uma coisa, ou melhor, eu não entendi nada...

cada frase parece q vc tá falando de um assunto diferente...

será q sou eu?

Eduardo Paiva disse...

Grande Latinha!

Você sumiu cara, que bom que voltou!

O importante de olhar o passado e ver/rever as escolhas tomadas, é refletir e aprender com elas, é levar consigo a bagagem do que deu certo e errado, persistir nos acertos e refletir nos erros.

Anyway, tudo melhora meu querido!
Grande abraço,
Eduardo Paiva.

Euzer Lopes disse...

Uma vez, conversando com um amigo, ele me perguntou se 10 anos atrás eu tinha planos para estar onde eu estava naquela momento e a resposta foi NÃO.
Aí ele perguntou se eu tinha perdido meus sonhos pelo caminho. E a respota foi NÃO.
A verdade é que toda grande caminhada começa com um primeiro passo. Frase feita, eu sei. Só que no caminho, há vários outros que se cruzam que podem se tornar tão ou mais atraentes que aquele inicialmente planejado.
Os sonhos, os planos, as vontades, não se perdem no caminho.
Apenas ganham outra direção.
Se eu estou onde estou, foi porque escolhi.
E a vida é feita de escolhas. E a cada escolha implica em, pelo menos, uma renúncia.

www.meioameioblog.blogspot.com
COMO TRANSFORMAR UM BAR HÉTERO NUM BAR GAY.

S.A.M disse...

Saber fazer da queda uma oportunidade define o quão longe iremos na vida amigo! Boa sorte ai!

Sardade.

Paulo disse...

Ah, rapaz... nunca perca sua fé, não importa em que seja! Perder a fé significa perder as esperanças, e o que sobra quando perdermos isso? Nada que nos motive, do meu ponto de vista...

Você falou do surto de realidade, hahaha... Sabe quando eu tenho meus surtos de realidade e falo para mim mesmo todas as verdades que eu preciso ouvir? Quando falo com o "cigarrinho do demo", hehe. Felizmente, eu sempre esqueço tudo depois, por que a realidade sucks!

E sim, Pinky, vamos fazer aquilo que fazemos todas as noites...

Postar um comentário