O menino de Humanas...


Já era fim de tarde, como eu iria ficar até mais tarde naquela segunda-feira "braba", resolvi ir até a cantina para tomar "aquele" café, necessário para dar coragem para as últimas duas horas que me esperavam naquele dia.

Lá chegando, me deixei seduzir pela apetitosa aparência de um salgado, a essa altura da vida eu já deveria ter entendido que aparência não conta muito nas relações, vale o que está por dentro! Mas, vamos que vamos... Me sentei em uma mesinha no canto, estrategicamente escolhida para ficar lá, quieto...  apesar do salgado não ser lá essas coisas, o café estava excepcionalmente bom, muito bem tirado!

E foi quando eu o vi!

Em pé, conversando com uma pessoa mais velha, provavelmente um professor (?)
Um típico "menino de Humanas"... magrinho, camiseta regata azul marinho, bermuda puxando para um tom de verde, chinelos, não era exatamente um menino a julgar pela barba que ostentava, bem aparada e de certa forma desenhada... talvez um "Q" de árabe?!

Fico admirado como ele parecia tão bem vestido apesar da simplicidade das roupas, como nossas mesas não eram tão distantes, pude ouvir um pouco da conversa... algo relacionado à políticas! Fiquei a observar os gestos, a forma como ele falava... definitivamente era alguém que conseguia prender a atenção. Deu vontade me juntar a conversa!

E dai olhei para mim, típico "menino das Exatas"... jeans, minhas botinhas e hoje, no auge da rebeldia, não estava usando camiseta polo, optando por uma funny t-shirt vermelha com o Homer Simpson no peito! Os óculos e o cabelo meio grande (eu devia ter cortado já) com certeza contribuíam para me deixar com mais cara de maluquinho.

Diferente da minha sede oficial, onde #somosTodosEngenheiros, o Campus onde passo a maior parte do tempo tem uma grande diversidade de cursos e por conta disso o perfil dos alunos é bastante plural, é muito legal conviver com essa diversidade.

Terminei meu café, conferi os últimos e-mails pelo celular e vi que novas pessoas chegavam para a conversa, na saída, enquanto ia deixar minha xícara no balcão, nos cruzamos na entrada, um sorriso, um aceno de cabeça e fui embora para o meu mundo de Exatas, quem sabe qualquer dia nos esbarramos de novo por lá...

Pedaços do meu dia nessa semana quente! 

E essa foi uma daquelas semanas em que não teve diversão! Geralmente eu diria que trabalho sem diversão fazem do Latinha, um chatão! Mas até que não posso reclamar, apesar da canseira, de ter sido naquele esquema de chegar de manhã e sair de noite, acho que o saldo ainda vai ser positivo!

E, "vamos que vamos"...

-- x --

Então, teve uma pessoa que me deixou um recado em um post mais antigo, queria agradecer e dizer que fiquei com muita vontade  de responder a mensagem. Por isso, quando essa pessoa ler esse post, queria pedir que se ela quiser me envie um e-mail (algernon.br@gmail.com), seria legal conversarmos. E como diria minha Abuela, tenha calma que tudo com tempo tem tempo! ;-)

(WE ARE YOUNG, Fun. feat. Janelle Monáe)

"...The moon is on my side
I have no reason to run
So will someone come and carry me home tonight
The angels never arrived
But I can hear the choir
So will someone come
And carry me home..."

6 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

A vida é sempre recheada de situações assim ... como sei ... rs ... mas sempre tendemos a deixar as coisas assim sem qualquer risco a ser assumido ... que pena ...

Beijão e obrigado pelo carinho por lá ...

Mark disse...

Permita-me a indiscrição, mas eu acho que você o achou interessante, hehe. :)

Gostei do "cara de árabe". Tenho um amigo brasileiro, por sinal um rapaz muito inteligente, que diz que eu tenho traços de árabe, hehe. Normal, o território que hoje compreende Portugal esteve sob ocupação árabe por séculos. E levámos estes genes para o Brasil, com certeza, país belo de tão multicultural.

um grande abraço, amigo.

Homem, Homossexual e Pai disse...

Pleo jeito vai rolar um "intercãmbio" das exatas com as humanas! eu apoio!

No Limite do Oceano disse...

Esses momentos podem ser um virar de uma página na nossa vida. Segura a folha com cuidado, e quem sabe o que estará no verso :-)

Sara com Cafe disse...

Também quero trocar emails com voce, meu querido! hahaha
Adoro esse mundo plural e diverso, sempre considero esse que mundo diferente do nosso pode nos abrir horizontes.
Abraço imenso,
e que esse menino se junte ao teu papo um dia =D

Três Egos disse...

Pessoas de humanas são conquistadoras e chavequeiras, aproveite! Rsrsrs... Na faculdade, o pessoal de humanas no campus era facilmente identificado por usar Havaianas... rsrsrs...

Ainda bem que sendo de Bio sou sempre o mais normal... #aqueles
Kkkkk

Beijo!!! Nossa café está de pé?

Postar um comentário