É Primavera...



E de repente a primavera chega, novas cores, invadem o cinza sisudo dos dias nublados. O Sol traz uma nova luz deixando essas cores ainda mais vibrantes, dando um toque especial a cada fresta, a cada canto... E assim, andando distraído em meio a esse montão de cores é que às vezes enxergamos aquela flor, algumas são mais exuberantes, outras mais tímidas, mas que por alguma razão nos chama a atenção e vencida a resistência de ir "inspecionar" mais de perto, começamos a conhecer aquele mundo, que para nós é tão novo.

Todas as flores possuem sua beleza, precisamos apenas ter olhos para ver. Para além daquelas que nos seduzem ao primeiro olhar, confesso que prefiro as “tímidas”, algumas vezes aparentemente mais simples, mas que quase sempre guardam em si uma beleza e mistérios únicos. E assim, instigado por um detalhe aqui, com a “complexidade” dos desenhos presentes em cada uma de suas pétalas, pelas marcas carregadas em seu corpo, vamos nos sentidos encantados por aquela rosa.

Tem Rosas que duram dias, algumas irão durar por apenas uma estação, há também as que só aparecem vez por outra, mas o mais importante é que todas elas nos tocaram em algum momento e assim, sempre deixam uma nova cor, um novo perfume em nossa vida...

E isso é sempre muito bom...
 
“... e então aconteceu: do fundo de meu coração, eu queria aquela rosa para mim. Eu queria, ah como eu queria. E não havia jeito de obtê-la. [...] no meio do meu silêncio e do silêncio da rosa, havia o meu desejo de possuí-la como coisa só minha.
Eu queria poder pegar nela.
Queria cheirá-la até sentir a vista escura de tanto perfume...”

(CLARICE LISPECTOR, em Cem Anos de Perdão)



I´m back! :)


4 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Vivas! A única coisa que me incomoda na Primavera é o prenúncio de que o calor está de volta. Aff ...

Beijão

Sara com Cafe disse...

~Tem Rosas que duram dias, algumas irão durar por apenas uma estação, há também as que só aparecem vez por outra~ que profundo e bonito, meu querido Latinha!!
Adoro as flores e a sensacao. Que passe bem esses meses.

Abraco profundo.

No Limite do Oceano disse...

Latinha pensava que te tinhas enganado na estação do ano :-p mas vendo bem a coisas no teu país as estações estão trocadas com as de Portugal lol.

Três Egos disse...

Voltei, desculpe a ausência! Rs
Tudo isso foi uma grande metáfora ou impressão minha? Gostei do lirismo!

Abraço!

Postar um comentário