Santo António de Lisboa

Alguns anos atrás, conversando com um amigo, ele comenta que iria a Lisboa alguns poucos dias depois, ambos admiradores da Portugal embalamos em um papo sobre a viagem... Em algum momento eu mencionei que há três coisas que quero fazer o dia que for a Portugal, visitar a casa de Fernando Pessoa - o primeiro Tuga por quem me apaixonei [depois teve outros mais isso é outra história cof cof cof], ir à Fátima - já que meus pais se casaram e eu fui batizado na igreja de N. S. de Fátima e ir ter "uma conversa" com Santo Antônio... Na ocasião ele espantou-se por achar que Santo Antônio fosse italiano. Assim, lá fui eu contar a vida do Santinho até ele chegar à Itália... 

Dias depois, estou em casa quando recebo um sms, era dele! Dizia que estava na igreja de Santo António, em Lisboa, que havia deixado uma moeda por mim! lol

Coincidência, ou não, pouco tempo depois conheci uma pessoa que me foi muito especial, foi impossível não lembrar do Santinho. O "imbróglio" todo, apesar de não ter durado muito, foi muito marcante para mim, me permitiu entender uma série de coisas que até então eu ignorava e mais que isso, me ajudou aceitar e a começar a lutar por coisas que eu  não acreditava. Passada a dor de cotovelo, é hora de começar a rir e na ocasião fiquei pensando que "a tal moedinha" tinha na verdade funcionado como um ingresso para a roda gigante, só deu direito a algumas voltinhas, ou então, que deveria ter jogado uma moeda de maior valor! :P

Engraçado que mesmo tendo passado algum tempo dessa história, as vezes ainda tenho a sensação de que a "cisma" da moedinha ainda persiste... 

Talvez eu tenha mesmo que ir mesmo à Lisboa tirar a história a limpo com o Santinho...

Talvez eu tenha mesmo acordado meio carentão hoje!

(A foto é do Santo António que fica na porta da minha geladeira, ela veio de Portugal trazida por um amigo Tuga que já riu bastante dessa história)

-- x --

No meio tempo, tenho ficado às voltas com algumas "corporativices", depois de reuniões e reuniões, muito "tiro, porrada e bomba", algumas boas notícias começam a se delinear no horizonte, até que enfim... 

E no mais, tenho continuado meu "curso para Ermitão", estou chegando a conclusão de que muitas vezes, por mais que eu tente ser "um ser mais sociável", a vida parece me empurrar para a caverna de novo. Esse começo de ano tem sido assim, meio "ensimesmado", talvez agravado por conta das viagens, mas tenho ficado longos períodos "comigo mesmo". A maior irônia é que via de regra estou sempre cercado de um monte de pessoas, mas mesmo assim, no final do dia lá estou apenas eu, sentindo falta "sabe-se lá do que!" [ou de quem?!]

Mas, vamos que vamos, nzé?!

(Somewhere, Barbra Streisand and Josh Groban)

Hasta breve!

13 comentários:

N a m o r a d o disse...

Mas queres que te envie um santo antónio?

Mark disse...

Santo António é o santo português casamenteira. As moças costumavam pedir a Santo António que o mesmo lhes arranjasse marido. É um dos nossos santos mais populares. Faleceu em Itália, em Pádua, daí que alguns acreditem que era italiano, mas ERRONEAMENTE. Santo António é português e alfacinha (lisboeta). :)

Obrigado pelo teu carinho por Portugal. :')

abração!!

Mark disse...

*casamenteiro

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Q ele diga Amém para vc! rs

Beijão

Marcos Campos disse...

Bora correr a ver o tal do santo então ! Que vc é um cara legal e esse tal de Antonio tem que tomar uma atitude !

Avise quando estiver aqui de novo (mas sem muita coisa pra ler), pra tomarmos um novo café !

E nem tiramos uma selfie nossa, pra mostrar pra Blogsville ! haha !

Abraço !

Gera Souza disse...

Ah meu amigo...se nao interpretasse bem meu papel diário de "ser sociável" no meu trabalho.. ja teria enlouquecido!

No meu caso o que me salva é voltar pra casa e saber que tenho um companheiro maravilhoso me esperando, maravilhoso no sentido de fazer de tudo para me agradar; como um belo almoço caseiro.
Além de uma gatinha manhosa que é um encanto e que me faz relaxar bastante!
C'e la vie!!!
Bjs

No Limite do Oceano disse...

Nada de ir para a caverna, não faz bem a ninguém.
Quando puderes vem a Lisboa e tira a limpo essa história da moeda, é uma boa desculpa!

Três Egos disse...

Sabe que depois de quase dois meses sempre acompanhado, estava querendo muito voltar para minha casa e ter um momento sozinho. Acho que já estou acostumado a dialogar comigo mesmo. Mas agora que voltei no meu hábitat natural, estou sentido um certo vazio, confesso... Rs

Grande abraço!

Adriano Só disse...

Ensimesmado? Presente! (rs) Parece que 2015 está sendo um ano de introspecção. Mesmo que estejam ocorrendo mudanças, ao menos por enquanto não sabemos aonde irá nos levar. Somewhere over the rainbow...

Homem, Homossexual e Pai disse...

Ei... se vc lança uma moedinha para o Santo Casamenteiro, mas não sai de casa, dificulta muito o trabalho do pobre santinho! rsrsr... sabe como é... carro parado não pega frete!

Luma Rosa disse...

Oi, Latinha!
Santo António não vai mandar ninguém bater em sua porta. Estar bem consigo é um bom sinal, mas como no comentário acima, digo que moedinha e reza não vale nada! O bom mesmo é fazer maldade com o Santo. Já vi algumas... esqueci como chama, mas que coloca a imagem do Santo de cabeça para baixo no escuro e só quando o "milagre" acontece, você o coloca em um lugar de destaque e o paparica com as rezas e velas... rs.
Na minha cidade natal tem a igreja de Santo António e no dia dele, quando a missa é celebrada, ali mesmo as pessoas se entreolham. Não é perto de você, fica no Sul de Minas, mas é um bom pretexto para sair de casa!
Beijus,

Luma Rosa disse...

Lembrei... "simpatia" é o que o povo faz com o santo.

railer disse...

na boa, eu acho que na verdade você saber que existia a tal moedinha te fez se permitir mais as coisas... vou como um sinal que acendeu e que você deveria estar alerta para o que estava acontecendo. às vezes é preciso uma moedinha pra fazer uma mudança. ;-)

Postar um comentário