Teoria e Prática

Foi uma bela manhã com certeza, a claridade que invadia as amplas janelas do salão, conferiam um belo efeito às fotos e a todo o ambiente decorado com muitas flores brancas, ao fundo, a vista do lago por uma grande área envidraçada, dava asas aos pensamentos, aos sonhos. De repente se deu conta da ironia que estava implícita naquele momento, logo ele que durante muitos anos duvidou da existência do amor, seria o fiel escudeiro daquele casal que dentro de poucos momentos iriam trocar seus votos.

Quase eu seu lado, o noivo esperava, tentando disfarçar a emoção que seus olhos insistiam em denunciar, foi então que se deu conta que também gostaria de estar naquela posição. Abriria mão dos convidados e do buffet, mas não da música e da dança, deixaria por testemunha apenas as rosas.

Mas nem sempre fora assim, houve um tempo que pensava ser imune a esse sentimento, tentava entender que "força" era aquela que levava os seus amigos a chorarem, terem crises de ciúmes, a quererem passar o resto de seus dias junto de outra pessoa... Como eles sabiam?! De onde vinha tamanha certeza? Aproveitando-se do seu talento para a pesquisa, coletou dados e formulou teorias, cuidadosamente amparadas por fatos e exemplos... Que obviamente foram caindo por terra nas poucas vezes que teve a chance de ser exposto a tamanha força.

Tentou em vão disfarçar as lágrimas que lhe umedeceram os olhos conforme a noiva se aproximava, tantas coisas passaram pela sua mente... Ao final, entre abraços e sorrisos, sentiu falta Dele, gostava de poder se aninhar em seus braços e naquele desejado abraço poder sentir-se protegido... Abraço que em breve espera poder receber! cof cof cof.

-- X --

Então, como todo começo de "temporada", o primeiro episódio foi meio tumultuado, algumas incertezas e dúvidas, fizeram de janeiro um mês um tanto quanto diferente, mas a essa altura algumas coisas começam a acalmar e tudo parece começar a fluir normalmente ...

O ano promete, ainda que a longo prazo eu não saiba exatamente o que me espera, neste momento eu já começo a entender as direções a serem seguidas e com quem quero estar. Agora, é trabalhar, e se preparar, para que as coisas possam acontecer no momento certo. Para variar, estou viajando... uns dias para pensar, para sonhar e de certa forma para me preparar, semana que vem... é tempo de voltar tentar a dominar o mundo! ;-)

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível,
e de repente você estará fazendo o impossível!

(SÃO FRANCISCO DE ASSIS)

Inté!

13 comentários:

Alan disse...

O tempo é uma grande fdp conosco porque sempre assusta quando pensamos na sua amplitude ligada ao 'para sempre' e sempre irrita quando paramos para pensar que ele terá que 'passar' para sarar as feridas ou deixar que as coisas cheguem a nós em seu devido tempo. Enfim, também sou desses que dá uma viajada interior em casamentos. Hahahahahahahaha Beijo!

Eduardo de Souza Caxa ש disse...

Nesta temporada não quero teorias! Quero prática! Com direito a luzes acesas e câmeras por todos os ângulos! Bora arrumar um par?

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

é por aí querido ... o tempo é o senhor da vida ... fdp ou não ele é o dono ... cabe a nós aproveitá-lo e fazer o necessário e possível para q a vida seja plena e abundante ... seja feliz e cuide ... um 2014 bacanérrimo e feliz ...

Fred disse...

Tô com o Edu... vamos praticar #diumtudo - até porque quero ser pajem no teu casamento... roupinha de príncipe feita com o melhor cetim e mangas bufantes... hahahahahahaha!
Te joga, fio! Hugzão!

AdultoEmergente disse...

Casamentos... quando bate vontade de estar lá... tcs tcs tcs.
Lindo filme e música do vídeo. Uma ótima semana também e aproveita bem a viagem.

Mabe disse...

Tô com Edu e com Fred!!!!
Chega dessa teoria (furada) toda...vamos para a prática!!!!
PRÁ-TI-CA!!!!
Entendeu ou quer que desenhe????

Namorado P.S. disse...

:D Boa descrição :P

Fred disse...

A galera toda pedindo pro Latinha se jogar na prática... hahahahahaha! Agora te vira, fio!!! Hahaha!

Marcos Campos disse...

Bom, agora que vc já tá se situando ... bora lá viver !
Abraço !

Luma Rosa disse...

Oi, Latinha!
Uau, uma crônica muito bem escrita. Escondendo o ouro?
Todo começo de ano, projetamos os nossos sonhos e de início é preciso tatear o terreno. A frase que escolheu de São Francisco de Assis fechou com perfeição o post - que ficou redondinho!!
Boa viagem!!
Beijus,

Peter disse...

Tentar dominar o mundo, como assim!? Tipo Pinky e Cérebro, ou tipo Google?

Obrigado pelos votos de ano novo, Latinha! E "vamô que vamô"!

Abração!

Três Egos disse...

Tenho medo de pensar no "para sempre", confesso que quando meu namorado fala estas coisas eu fico a pensar muito sobre o assunto.

Abraço!

railer disse...

gostei de ver/ler.
e a música final fechou com chave de ouro!

Postar um comentário