Causo: "O Zovo"

Pois é, a Páscoa está chegando... e para tirar o gosto azedo do último post, vou contar um causo para vocês... Algum tempo atrás, em uma terra distante, eu estava saindo com uma menina, na verdade, eramos amigos e eu a estava ajudando com um projeto - eu sou uma boa alma! Então nos encontrávamos com certa frequência e, projeto vai, projeto vem, a gente tinha se aproximado bastante, estávamos naquela fase de cortejar e de gentilezas.

E foi nesse clima, que a Páscoa chegou...

Eu, mocinho galanteador, comprei um belo Ovo de Páscoa, naquele ano a Garoto havia lançado uma "série especial", era um ovo envolto em papel dourado, que vinha dentro de uma lata decorada muito bonita - a lata também era dourada com detalhes em preto.

Pois bem, chegou o dia de entregar o fatídico Ovo... e assim, de posse da vistosa lata fui todo pimpão, entregá-lo... passei por alguns lugares no caminho e por fim, fui até a casa dela. Os olhos brilharam e ela agradeceu gentilmente pela lembrança, encantada pela situação, começou a abrir a lata... 

E ai você acha que vivemos felizes para sempre, não é?! Claro que não, né?! 
Deste lado da ponte é quente pra caramba, e o asno aqui, não se deu conta disso ao andar com "o zovo" de carro... [kkk]. Assim, ao abrir a lata e puxar o ovo, o que se deu foi uma cara de espanto geral, pois o mesmo havia se tornado líquido, mais parecendo uma bexigona cheia de líquido - fazia até "glub glub" cada vez que ela mexia... 
Ou seja... só Deus sabe o que ela comeu quando aquilo endureceu novamente! hahauahauhauah. Acho que aquilo foi o primeiro sinal que a coisa não ia bem... no final, eu acabei entrando em um outro projeto fora da cidade e a nossa situação acabou, derretendo! kkkk

Bom, que a Páscoa de cada um de vocês que por aqui passar seja de renovação e renascimento, de todos os sonhos, desejos e certezas! Que na mesa de vocês seja farta em união e fraternidade.

Abração!

"Ainda hoje somos homens e mulheres de passagens; somos filhos da Páscoa.
Os mares existem; os cativeiros também. As ameaças são inúmeras.
Mas haverá sempre uma esperança a nos dominar;
um sentido oculto que não nos deixa parar; uma terra prometida que nos motiva dizer:
Eu não vou desistir!
E assim seguimos. Juntos. Mesmo que não estejamos na mira dos olhos.
O importante é saber, que em algum lugar deste grande mar de ameaças,
de alguma forma estamos em travessia..."
 (Pe. FÁBIO DE MELO)

8 comentários:

Pedro disse...

Feliz Páscoa meu querido amigo.

Tudo de bom... desta vez sem ovos a derreter :))

Abração!

Margot disse...

Gostei do glub glub...rsrrsr
Boa pascoa Latinha...
Beijos

railer disse...

imaginei a cena... hehe
boa páscoa, querido!

FOXX disse...

kkkkkkk
gente do céu, kkkkkk

Três Egos disse...

Rsrsrs... Na ultima Páscoa lembro d ter dado um ovo de Páscoa e ter recebido um sonho de valsa perdido dentro da mochila. Depois reclamam estou deixando de ser romântico... Rsrsrs...

Abraço!

sad eyes disse...

Meu caro L, eu ri tanto com a tua história XD
Por aqui não temos esses problemas, pois o Natal e a Páscoa são no inverno :)
Abraço e boa Páscoa para ti e para os teus

Fred disse...

Adoro.... hahahaha! Sempre digo que é fundamental proteger os ovos do calor... hehe! E eu aceitaria - de bom grado - um ovo seu. Ou dois. Hahahaha! Hugzones, amigo!

Carlos Roberto disse...

Sinceramente, ao ler o post simplesmente cai na risada, pois me imaginei na situação da menina e como eu não presto eu ia falar mesmo e começar a rir...

Mas deixa eu te contar uma coisa, na sexta que passou fui ao cinema com uma amiga minha e fui ver "Oz, mágico e poderoso" que eu estava louco para ver. Do inicio ao fim eu ficava lembrando de você. Incrível isso... Quando vi a estrada de tijolos amarelos então... Ih... Só falava de tu hahahaha


Beijos! Feliz Páscoa (bem atrasada rs)

Postar um comentário