Pensamentos soltos...

As vezes a gente olha ao redor e, por mais pessoas que possam estar nos cercando, por um momento, nos sentimos só... talvez seja por saber que nenhuma daquelas pessoas está ali por você, mesmo quando você, ainda que sem querer, esteja lá por alguém.

Em momentos como esse, pouco importa se no futuro teremos alguém, se no passado já tivemos ou ainda se vamos encontrar alguém no minuto seguinte... o fato é, que naquele instante nós estamos só! E contrariando todas as leis da física, aquele minuto parece ter a capacidade de parecer ser mais longo que todos os outros que o antecederam.

Não sei, mas acho que tenho me sentido só nos últimos dias... como diria Zeca Baleiro: "Ando tão a flor da pele, qualquer beijo de novela me faz chorar...". Pior que eu não tenho medo desse "estar só", afinal, "esse cara sou eu", sempre foi assim e que bom que foi assim, pois isso me levou a lugares que eu nem podia imaginar [e que se registre que não estou reclamando].

Mas se tem uma coisa que eu sempre achei bacana, são aqueles casais de velhinhos andando por aí, seja na pracinha, seja viajando, em que você percebe uma cumplicidade, mas do que um casal, são parceiros de uma caminhada. Pensando no teste da semana passada, talvez minha intransigência e intolerância seja em função de nunca ter aceitado  bem as chamadas "arte & manhas" do amor - onde muitos dizem A querendo falar B, omitem, mentem... Mais do que intolerante e exigente, eu acredito que sempre fui meio desconfiado sô.

E cá estou de novo... desde o último post, eu já voltei e retornei de novo... dessa vez, mais alguns kilometros por esse mundo de meu Deus... dessa vez, eu optei por ônibus, afinal... as vezes é um bom exercício se deixar conduzir ao invés de ser o condutor! ;-)

Enfim, pensamentos soltos... 



"Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades, às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena!!!"
(MÁRIO QUINTANA)

Ainda que  possa parecer melancólico e cheio de dor de cotovelo, vale registrar que não é nada disso... são apenas pensamentos soltos mesmo, quem sabe decorrentes de uma noite meio mal dormida! 

8-P


Inté!!!

13 comentários:

Lucas disse...

O rapaz ainda preso no teste... affe! (rsrsrs) Mas, não está melancólico esse texto. Talvez a realidade, especialmente a de pessoas como você, que pensam muito nela, é que seja melancólica.

Pra mim, encontrar esse parceiro/cúmplice que você procura, é como o que acontece no momento da fecundação de um óvulo. São milhões de esperma/possibilidades, mas só um consegue. Lembrando que não é sempre que consegue. Se eu não me engano, a possibilidade de que esse “um” fecunde o óvulo é baixíssima... algo em torno de 10%. É... a realidade é melancólica!

Beijos.

Latinha disse...

Lucas, adorei seu comentário, acho que você entendeu bem... Ah! Essa realidade!!!!

Abração!!!

Margot disse...

Meu lindo..... bate aqui!.... tô tal qual.
Beijos

Copiei o Quintana.

FOXX disse...

é... eu tb tow nessa amigo. no mesmo barco.

railer disse...

rapaz, também não tou numa fase boa. já reparou que a gente se sente mais sozinho é quando está cercado de pessoas? em casa, no meu santuário, fico super bem. mas almoçar sozinho no domingo ao lado daquelas mesas cheias de famílias não é fácil. a gente se acostuma, mas tem horas que precisamos mesmo é ficar no nosso cantinho.

abraços!

Edu ardo disse...

Eu entendi que o Lucas tem um milhão de rolinhas tentando fecundá-lo?

Eu espero ser um desses casais. Seja com marido, seja com amigo. Tem um tiozinho que ainda é um grande companheiro.

Três Egos disse...

Gosto muito de ver um casal de velhinhos andando por aí, parece ser a coisa mais romântica do mundo. Parece ser a prova de que um relacionamento a longo prazo possa existir. Mas não sei se isso um dia irá acontecer comigo. Talvez, eu prefira estar sozinho. E também não estou reclamando... rs

Abraço!

Fred disse...

Hummmmmmmmmm... pensamentos soltos - depois que se juntam - ficam ainda melhores... hehehe! E scanner corporal americano DJÁ na minha lista de presentes de Natal... hahahahah! Hugzzzzzzzz!

Wagner Noya disse...

adorei, tbm to nessa fase mesmo estando cheio de pessoas a minha volta ainda min sinto sozinho. :-/ acho que todos nós já passamos por algo parecido não é mesmo ?
Da uma passadinha no meu blog ?
-> Estilo 4 U

Vinícius disse...

Acho que consigo te entender... às vezes a gente se perde nos próprios pensamentos. Nada faz sentido ou, ainda, tudo faz tão sentido que é melhor não tentar entender sentido algum.

Fred disse...

"Essa tábua leva prego" foi MARA! Tá aprendendo essas tiradas onde, meu filho?!? Tu não era assim... hahahahahahaha! Hugz!

Frederico disse...

é verdade as vezes estamos cercados mas completamente sozinhos, e espero um dia ser um desses casal de velhinhos bem feliz :)

My Boo Side disse...

Babë, te enviei um e-mail, confere lá, okay? Abração!

Postar um comentário