O Cavaleiro Andante


Não fosse por aquele encontro, aquela teria sido uma noite de domingo comum, como tantas outras que haviam se passado naqueles poucos meses, contudo, mal Ele sabia que aquela estava fadada a ficar marcada em sua memória. A conversa começara como tantas conversas começam, provavelmente sobre algum assunto tolo seguindo intercalada por  observações óbvias, não fosse o fato de quem em algum ponto, tudo mudaria.

E foi assim que as horas pareciam ter se transformado em minutos, as palavras cuidadosamente escolhidas, em conjunto com gestos comedidos, passaram a encantá-lo em determinado momentos, tornando-se ainda mais sedutores a cada nova descoberta, a cada nova peça que se revelava daquele quebra-cabeça. Com o caminhar das horas, nada mais parecia importar, o movimento aos poucos fora acalmando e a rua fora ficando silenciosa e tudo parecia conspirar para que aquela noite fosse apenas deles. E de certa forma, ela foi...

A madrugada se fazia alta, quando perderam a batalha para o tempo, cada um precisava voltar ao seu mundo... uma vez trocados os contatos, promessas de novas conversas foram feitas...  e, foi assim que Ele viu o Outro sumir entre a neblina da noite... 

Ao amanhecer, olhava pela janela, buscando alguma iluminação entre os raios de sol que entravam pela janela, tentava assimilar o que de fato acontecera. Ainda que não possa controlar o desenrolar dos fatos, guardou para a si a sensação de que coisas boas acontecem e que a vida as vezes nos surpreende.


Ando meio enrolado para escrever... Não sei o que é, mas é um tal de "escreve e apaga " tem tomado conta das minhas postagens nos últimos dias, Mas tudo caminha bem! Uma viagem para recarregar as baterias, me permitiu rever alguns amigos queridos e, agora,  alguns novos desafios pela frente tem ganhado espaço na pauta do dia.

Na falta do que fazer, resolvi cursar uma disciplina como aluno especial, como nada poder ser muito simples, a única disciplina que eu podia fazer é uma daquelas de arrancar pica-pau do toco! Mas é o que tem para hoje, eu iria dizer que esperava não me arrepender, mas levando-se em consideração que a primeira aula é amanhã, as 07h00 da manhã... eu posso afirmar que já me arrependi! ahuahuahuaa

Mas vamos lá, quem sabe dessa vez eu não descobro como dominar o mundo!!!

No mais... pensamentos soltos e curtir uns dias de temperatura mais amena...

Inté!

"Todos nós já estivemos nessas encruzilhadas.
Da noite para o dia é preciso recomeçar.
Mas de onde? com quem? 
É dificil esticar as assas,
quando se passou a vida toda 
na gaiola".


11 comentários:

Carlos Roberto disse...

Então latinha, super curtir o texto, achei-o bem construído, redondinho, e fofo. Ameno, mas intenso na medida certinha :D

Quanto a matéria às 7:30 da manhã, deixa de preguiça! kkkk eu basicamente passei a faculdade tendo aula esse horário kkkkkkkk
#Ficaadica :P

sad eyes disse...

7h da manhã é puxado, mas se descobrires como dominar o mundo manda-me um mail com as dicas :p

FOXX disse...

eu adorei o texto viu?
e boa sorte pra acordar as 7 da manhã
graças a Deus eu só pego no trabalho as 8:30.

Cesinha disse...

Não entendi isso de “falta de inspiração” pra escrever... ficou muito bom o texto! E quanto a acordar cedo, eu tiro de letra. Sou acostumadíssimo... aliás tudo é questão de costume e de se fazer o que se gosta.

Beijos.

Mauri Boffil disse...

Boa sorte com a sua disciplina. eu tenho crises criativas tb... e depois me arrependo de tê-las

Fred disse...

07 da manhã?
Isso existe??????
Hahahahahaha!
Pensamentos soltos são os melhores, fio! Aproveita e cavalga muitooo... hahahaha!
Hugzão!

Lucas disse...

Eu não tenho problemas em acordar cedo... aliás, sempre dormi pouco, nada além de 6 hrs. E pelo seu estilo, isso será o de menos, né?!

Abraços.

Eduardo Paiva disse...

Latinha!

Adorei o texto!
Simbora! 7 da matina? Fácil, tenho certeza que tu tira de letra (Ok, confesso que acordo ao meio-dia e não consigo acordar cedo!). rs

Grande abraço,
Du Paiva.

Freddie Butterman disse...

Olá!

Acho que é a primeira vez que venho aqui nos seus ladrilhos amarelos... Parabéns pelo texto, ele me arremeteu a uma história pessoal, gostei mesmo. E quanto acordar cedo, tem seus benefícios!

Abração!

Margot disse...

Li um texto parecido no blog do Luca... quer dizer, quando li o seu, lembrei do dele, com a diferença do dele ser uma lembrança.
Bom de escrita L. Posso acordar as 9:00, mas as 6:00, já sou consciente de mim mesma... afffeee.
Beijos

Cara Comum disse...

Gostei do texto! Demais!

E, se te serve de consolo, acordo todos os dias às 4h (da madruga) pra trabalhar... Viu? Podia ser pior! rs

Abração!

Postar um comentário