What If

A vida e suas lições...

Eu diria que existem algumas situações meio recorrentes na minha vida... já li uma vez, que a nossa vida seria como uma espiral ascendente e que determinadas situações são o "start" para essa mudança de nível. Ao entender sua lição, você evolui... e novos desafios lhe serão apresentados... Se ao contrário disso, você resistir à mudança, a entender sua lição, a vida segue, dará sua volta, até que novamente você se veja confrontado por aquela situação novamente.

As vezes me falta o sangue frio para o blefe, assim como o flerte, e o medo de perder o controle faz com que o desejo de tudo controlar me leve ao insucesso. Gostava ter um pouco da inconsequência dos irresponsáveis, que não se furtam a um "all in" e conseguem manter-se firmes não importa o resultado.

"What" and "If" are two word as non-threatening as word can be. But them together side-by-side and they have the power to haunt you for the rest of your life. What if?... What if? What if?  (Letters to Juliet)

"E" e "se" são duas palavras tão inofensivas quanto quanto qualquer palavra, mas coloque-as juntas, lado a lado, e elas tem o poer de assombrá-la pelo resto de sua vida. E se?... E se? E se?


-- x -- 

Então... apesar do tom sorumbático do texto, tá tudo bem! [kkk] 
Na verdade, eu resolvi "salvar do limbo" esse trecho de um post que eu havia começado a escrever e não havia terminado. Não sei bem porque me lembrei dele hoje, na dúvida, resolvi visitá-lo... 

Não entender ou não ter muito sentido, faz parte do jogo. Mas se ao terminar de ler você tiver a sensação de que entendeu tudo o que não tava escrito, talvez seja bom marcarmos um café com conversas!  ;-)

No mais, tempos de um ritmo diferente... Planejamentos, Preparativos, Pensamentos e pouca ação. Tudo muito cinza, tudo muito sério de repente... acho que isso é o que eu chamo de surto de realidade. Tenho isso as vezes, quando os níveis de Pollyana e Alice caem a níveis drásticos no meu sangue.

Mas acho que logo passa... no mais, preparar a mochila, porque vamos pegar a estrada essa semana! \o/

Até!

"O homem que me conhecer irá encontrar outro habitando meu coração.
Pois mate-o"
(ELISA LUCINDA)

9 comentários:

Lucas disse...

Ah, meu amigo, comigo a figura não é espiral ascendente! É hipérbole mesmo... e estou na porção descendente, aquela que não para de descer. Agora é aguardar o corte no eixo das abscissas... o instante do zero. Simples assim.

E ヅ disse...

Boa viagem, gatinho!

Margot disse...

Rapaz...meu nível de Pollyana de uns dias pra cá, está abaixo do "eixo das abscissas" como disse o Lucas.
Faço a mala, e volto para onde não sairei mais tão facilmente. rss
Beijos

Serginho Tavares disse...

depois da terapia a minha vida começou a fazer sentido...

beijos

FOXX disse...

ah, vc está falando sobre a teoria do relógio cósmico.

EU ZIMA disse...

eh meu caro latinha, bem vindo ao fantastico mundo de BOB, somos mais do que imaginamos ser...

Carlos Roberto disse...

Guando seu nível saramaguiano estiver nos ápices, irei imediatamente me desesperar.

às vezes precisamos mais do que olharmos através do espelho, precisamos reconhecermos o eu por de trás de nós.

Fred disse...

Sorumbático foi quase erótico. Hehehehe!
Espero o agendamento da tal café, okay?
Hahahahaha!
Hugzones!

Cara Comum disse...

Confesso que às vezes fico perdidinho no teu blog. mas ultimamente tenho mais te (ou me?) encontrado do que ficado perdido...

Seria o caso de um café? rs

Um abração!

Postar um comentário