Fragmentos

"... sob o olhar impaciente do motorista, trocaram apenas um aperto de mão e um abraço, a viagem de pouco mais de 1h que levaria o Outro a sua casa estava prestes a começar. Ele, começou a caminhar em direção ao seu carro, iluminado pelo sol daquela tarde extramamente bela de domingo, de súbito virou-se e correu para a esquina, e simplesmente aguardou. Viu quando o ônibus passou, e o Outro o esperava na janela."Eu sabia!", pensou ele.

Conforme o via se afastar, sentia o peito apertar em uma mistura de emoção, de medo, de alegria e agradecimento. Sua vontade era correr atrás daquele ônibus... sentia o coração maior que seu peito.... sentia o ar lhe faltar... naquela hora, aquele ônibus carregava bem mais do que alguém especial.

Caminhou ao seu carro.... e um silêncio absurdo se fez presente ao fechar a porta... parecia ter sido ele a viajar, parecia não reconhecer as ruas por onde sempre passava - tinha a sensação de estar em uma cidade estranha. Saiu devagar, tentando ordenar os pensamentos, no meio do caminho, fez um retorno e optou por pegar uma via maior, aberta e sem tantos semáforos... abriu os vidros do carro e deixou o vento bagunçar-lhe os cabelos e acariciar o rosto, e assim foi para casa... não conseguia disfarçar o sorriso no seu rosto e pouco se importou com as piadas que seus familiares faziam a cerca de tão mal contada mentira no dia anterior para justificar sua ausência.

Trocou sua roupa, na sua pele ainda restava o perfume d´Outro... deitou-se em sua cama, como se tentasse acalmar a si próprio. E assim ficou... vez por outra, o vento fazia rescender-lhe aquele perfume que agora conhecia bem. Pouco tempo depois, a mensagem no celular avisava da chegada d´Ele a sua cidade, estava chegando em casa... "


----

To be continued (?) [Who knows!!!]


17 comentários:

Serginho Tavares disse...

estou em falta em comentário com seu blog mas to aqui!
tem que continuar a história sim ow
abraços

Gay Alpha disse...

Meu Deus!!!
TinMan, acredite: eu sei E-X-A-T-A-M-E-N-T-E disso que você está falando. E por maior coincidência estava lembrando disse agora mesmo. Aliás, eu fiz uma p*ta cag*da hoje, depois que falamos! Lembra aquele bom-humor, aquele ânimo todo que te falei? Pois é... se foi! Estou agora com um profundo sentimento de reflexão [leia-se me atirar embaixo do ônibus]. S.O.S. Bat-sinal ligado... hehehe!!! Eu tenho que tomar bem na b*nda mesmo!!! Desculpe o desabafo! Nos falamos!

Leo disse...

Desnorteante... bom se sentira assim de vez em quando!
Vai ter continuação sim! :p
abs

Edu e Mau disse...

Vivi isso com avião. Bom é o reencontro! Ou um novo encontro.

Fala, Garoto! disse...

Hello, Tin Man! How are you?

Como é bom escrever e viajar por meio das palavras. Você consegue fazer isso perfeitamente!

Garoto, o acesso ao meu blog está restrito. Se puder, informe-me seu e-mail num comentário aqui mesmo. Assim, pego-o e encaminho o convite para você. Ab e Feliz 200i9!

Latinha disse...

Fala Garoto.. bom ter noticias suas! Então, eu to baum... e você?!

Você me acha pelo email
algernon.br@gmail.com

Fico esperando você entrar em contato! Abração!

FOXX disse...

eita
isso é verdade???

Fala, Garoto! disse...

Tin, são pessoas como você que me inspiram a continuar com o blog. Bela mensagem. A porta está à nossa frente, depende de nós!
Obrigado e tudo de bom pra ti! ;-)

Philip Rangel disse...

Opaa...e ai...primeira vez por aki...e aprovando o que vejo aki...texto..postagem de auto conteudo...sempre importante ter novas amizades..e ver o conteudo de cada blog...podendo engrandecer e ajudar em nosso dia a dia...

parabens...

Raphinha disse...

Ai deu um aperto no coração...

:)

Abraço e cuide-se.

Oz disse...

A prosa está um espectáculo, sentida e emotiva. Disso eu não tenho a menor dúvida.
Agora quanto ao resto, meu amigo, eu acho... bom, tu sabes o que eu acho, né?
Grande abraço e bom fds!

entremeado disse...

É tão bom sentir isso...

E eu sei como é, pode parecer coisa de ficção, mas é vida real.

E a gente espera a continuação, porque sabemos que ela vai acontecer...

beijão.

Daniel

Nyno disse...

Latinha do jeito que você escreve consigo sentir até o frio na barriga e depois a dor na "boca" do estômago. GENTE. Bom final de semana. Bjão

Euzer Lopes disse...

Essa sensação estranha quando alguém que se gosta mora num CEP diferente do nosso.
Engraçado é que fica um hiato na gente depois do Tchau.
Só encerrado com a troca de olhares no novo encontro.

Gay Alpha disse...

tsc, tsc, tsc...
Vamos largar as orgias e os bacanais um pouco e atualizar o blog, Sr. TinMan?!? Hahahaha!!!
Brincadeira minha... aproveite bem seja lá que sacanagem estiver aprontando. E por favor: NÃO SE COMPORTE BEM, okay!
Abraços!

Guy Franco disse...

e na história tinha um ônibus, dois amantes, uma janela e a telinha do celular.

Gay Alpha disse...

Welcome back, fio!!!
E daê? Como foi o recesso? Proveitoso, eu espero! Vamos tentar nos falar essa semana, né? Colocar os venenos em dia... hehehe!!!

Abraçons!!!

Postar um comentário