Eu que não sei quase nada do mar

"Eu que não sei quase nada do mar
Descobri que não sei nada sobre mim"

Definitivamente não é minha música favorita da Ana Carolina, mas achei a frase legal e de certa forma... apesar de não ter descoberto isso "ontem", as vezes acho que não sei nada sobre mim também. Mas não tem problema, eu também não sei quase nada sobre um bocado de coisas, sobre o amor, sobre como cada coisa tem seu tempo para acontecer, sobre o por que das pessoas mentirem ou mesmo se tostines vende mais por que é fresquinho ou é fresquinho por que vende mais (eu já sei que o ovo vem primeiro que a galinha, viu!) ;-)

A semana foi puxada, confesso que não esperava... pela primeira vez em muito tempo estou achando que exagerei um tiquinho nas coisas para fazer. Na verdade foi uma semana atípica, trabalho, aborrecimento com coisas que eu julgava estarem resolvidas, pepinos de última hora e para fechar a noite, uma ligação inesperada - surpresas da vida. E por ai foi...

Mas, enfim... a sexta-feira chegou... tudo bem que vou precisar de 30 horas amanhã, mas quer saber, estou nem ai... "Pelos poderes a mim investidos" eu decidi que amanhã no fim da tarde vou lá tomar café e comer algumas guloseimas, afinal... eu nasci depois da Lei do Ventre Livre, né?!

Não me perguntem o por quê, mas eu comecei a escrever um post - que eu não ia postar, ia para a coleção de coisas que escrevi e que não postei. Mas conversando um amigo do alto escalão, ele (Thread) me disse que deveria postar e vai do jeito que está... inacabado, e assim ficará... ou quem sabe, em breve eu posto o fim... ;-) ehehe

Abraços para todos... e que o fim de semana seja muito bom!!! ;-)

-----

Eu sempre imaginei/sonhei que encontraria o amor como acontece nos filmes. Alguém passaria por mim, o mundo entraria em uma rotação diferente, como se avançassemos quadro a quadro, aquele rosto se congelaria na minha frente. Em uma fração de segundos sorrisos seriam trocados e o olho no olho se encarregaria de esclarecer eventuais dúvidas e medos... e os próximos capítulos seguiriam como tivesse sido previamente “planejados”. E aquele momento ficaria congelado para sempre em nossas mentes.

Mas, no mundo real as coisas são mais práticas, não tem o quadro a quadro e a timidez se encarrega de deixar os sorrisos bem menos largos, do que eu imaginei. Mas mesmo assim, ainda reconheço algumas sutilezas, talvez, ironias da vida.

Minha primeira paixão nasceu como toda paixão de criança, no catecismo... mas não me lembro exatamente de quando a vi, nem o que ela usava... mas nunca esqueci o rosto dela. Por ela deixei de fugir das missas, virei coroinha... (pior que é verdade... ahuahuahua). Como toda paixão que se preze, eu me mudei para outra cidade no meio de um ano qualquer... lágrimas, saudades, começaram a fazer parte do meu dicionário que até então estava em branco nessa categoria.

Anos depois veio, ela veio de novo...
Apesar do corpo crescido eu ainda era o mesmo garoto, me lembro tudo começou com uma amizade... que dura até hoje. Me lembro da vez que nossos pais se encontraram em um supermercado da cidade, foi ela quem chamou meu nome, que para variar estava distraído enquanto o amor passava ao largo...

Fomos a festas juntos, ao cinema, tomamos sorvete... e novamente vieram as mudanças... mas ela ainda está presente na minha vida. Uma das minhas grandes amigas, ainda me sinto no colégio perto dela... parece que o tempo nunca passou. Advogada bem sucedida, ainda passeamos no shopping, vamos ao teatro juntos e ela é a única que ainda me chama por um apelido a muito esquecido no passado.

Engraçado que o rosto dela parece não ter envelhecido em todo esse tempo... ainda vejo os mesmos traços da escola.

E eis que surge o mundo virtual, e toda uma nova sorte de situações, (e por que não) armadilhas e surpresas. Hora de se atualizar, e foi assim que o "meu" quadro-a-quadro aos poucos foi sendo subistituído por bits e bytes, transformados em palavras e frases que descrevem as pessas em seu "estado bruto". Que nos seduzem da mesma forma que um olhar ou sorriso.

E é assim, que amizades nascem, afinidades são encontradas... e quem sabe o amor floresce.


11 comentários:

Thread disse...

Que chique.. Sou ALTO escalão agora!! :p
ELITE o negócio! UAUAhUAAAUahAh

Pontinha de inveja de uma semana de trabalho agitada. (Vou anotar pra quando voltar a trabalhar não poder reclamar do trabalho!! hUaUAH)

E como eu já disse, quando eu crescer quero escrever igual a você! E NADA de batatinha como nasce!! ESSE sou eu! :p

Beijão querido, fica com Deus, boa fugida amanha pro café!

Edu disse...

Um cafezinho na hora H é fundamental... :-)

Não vejo a hora de te casar com o Sr. Miguel, viu? Ai ai...

Beijo!

Tarco Rosa disse...

Hello Tin Man, valeu pela visita ao meu blog. Quanto ao seu post, imagino como deve ser sua vida: correria, stress, paciência para os problemas, mas ainda um minuto para questões pessoais, como refletir sobre a amizade, o amor e os sentimentos de uma maneira geral. Afinal, somos humanos, né?
Um grande abraço

Paulo disse...

Ai ai... o pessoal dos blogs não tá colaborando pra essa minha fase solteiro-romântico-depressivo, hehehe... Todo mundo falando de amor ultimamente, e nem é primavera ainda!!!

Olha, eu já vivi uma situação dessas... Esse amor mágico, de conto de fadas, com aquele primeiro olhar que parece rolar em câmera lenta, aquela timidez toda, a hesitação em dar um primeiro beijo, um primeiro toque... Foi lindo. Foi maravilhoso. Foi mágico. Foi responsável por um trauma sem tamanho que só superei agora, uns oito anos depois! Só consegui apagá-lo do meu orkut mês passado, pra vc ter uma idéia!

Enfim, fazer o quê! Confesso que doeu e machucou um bocado, mas já estou pronto pra outra, à procura do meu futuro ex-namorado!! ;-)


abração!

Luifel disse...

Cara, tu só tem falado de amor nesses ultimos posts, ou tá desiludido, esperançoso ou apaixonado mesmo hehe

Abç

PS: to sentindo falta das visitas.

nyno disse...

Hum mesmo inacabado é lindo!! Dá um pesinho no fundo do coração que chega a amargar a boca. Bom final de semana. Abraços.

FOXX disse...

adorei seu texto
naum sei q musica é essa da ana carolina
mas é uma boa frase sim...

o thread tá conquistando todo mundo né?
chegou de mansinho e tá marcando presença!

sempre imaginei encontrar um amor assim...
quadro-por-quadro, será q qndo vi meus amigos pensei o mesmo?

Beta disse...

Adorei o inicio do post inacabado... é exatamente isso que eu sempre pensei também. porém, quando as coisas acontecem assim, elas não tem graça. nós, acho que infelizmente, necessitamos de emoção. eu pelo menos. eu brigo, eu choro, eu sofro. mas acho que isso eh amar. eh precisar da pessoa, eh sentir falta as vezes, eh se entregar. é correr riscos. perfeição enjoa. infelizmente eh preciso um pouco de "confusao".

bom final d semana
beijos

Tiago disse...

E essa música da Ana Carolina é mto legal
Já gostei pela frase..

Tantas amizades que crescem, que nascem e surgrm sentimentos novos..

E vc é De Guareí e estou indo pra um Show que está tendo na sua cidade na terça!

Compra um terreno aki no NV e a gente sempre se vê e agora mais do que nunca estamos convocados pra um café!

Quero te add no MSN posso?

Excelente Semana!

André disse...

Cara...adorei seu texto...
Até mais.
Bjs.

Oz disse...

Não é que esteja inacabado, ele, como metáfora para a vida, apenas continua e continuará a ser escrito. E isso é sinal de que, umas vez mais despertos, outras mais distraídos, não abdicamos de deixar a nossa marca no tempo.
Abração.

Postar um comentário