Free as a Bird

"Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo,
na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar.

Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional,
não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.

Hoje sei que isso é...Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente
e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.

Hoje chamo isso de... Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação
ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou
a pessoa não está preparada, inclusive eu mesma.

Hoje sei que o nome disso é... Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso,
errei muitas menos vezes.

Hoje descobri a... Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro.
Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.

Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar.
Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.


Tudo isso é... Saber viver!!!"
(CHARLES CHAPLIN)


E precisa falar mais alguma coisa?! ;-)
Boa semana!

13 comentários:

Eduardo disse...

otimo texto!
Boa semana tin bad boy

Maur! disse...

Cara,
Nao precisa falar mais nada mesmo...
Boa semana pra vc tbm !

Bjao !

FOXX disse...

hehehe
acho q eu naum me amo de verdade entaum...
tem mta coisa dessas q eu ainda naum sei o que é

felipe disse...

Amigo, tudo bem?
olha eu aqui de novo....
Chaplin sempre diz tudo. Acertou na escolha do texto.
Boa semana para você também.
abraços
Felipe

www.muitoadeclarar.zip.net

[mega] Paulo Mamedes disse...

Imprimir e colar na geladeira!

Paulo disse...

Nossa! Acredita que o título do seu era o que eu havia feito para o meu na sexta feira? Free as a bird, é essa a sensação atualmente!!

Excelente semana para você!!

Edu disse...

Quero saber das novidaaaaaades!!!! :-)

André disse...

Adorei...
Como alguém como tu, ainda não tem namorado????
Bjs amigo.

Serginho Tavares disse...

lindo post e fica feliz sempre moço!

Luifel disse...

Excelente texto kra! To precisando meditar sobre ele e muito!

Abç!

Fala, Garoto! disse...

Que perfeito! Lição para nós, seres tolos e imortais! ;-)

confissoesaesmo disse...

Chaplin era FODA!
Adoro esse texto!
Bjos

Monsieur M. disse...

Oie!!

Adorei o texto, Charles Chaplin é o máximo... Esses dias mesmo assisti "O Garoto" dele e amei!! Nunca tinha visto, que filme lindo!!

E não és o único a encucar com as "crossroads"... Bah, quando estou em uma, faço uma tempestade num copo d'água!!! Haahahah!!

Abs!!

Postar um comentário